Conecte-se conosco

Gastronomia

O melhor cardápio de bar: afinal, como elaborar ?

Você sabia que o sucesso do seu negócio pode ser determinado pela qualidade do cardápio de bar? Pois é, fazer escolhas inteligentes de menu, uma descrição adequada das opções oferecidas e um bom  layout é essencial para conseguir conquistar e fidelizar clientes.

O cardápio é a vitrine do seu negócio! É por meio dele que o consumidor é apresentado a tudo que o seu restaurante tem a oferecer, por isso ele é considerado um instrumento de marketing.

Está abrindo um bar ou restaurante e tem dúvidas? Veja agora como elaborar um cardápio eficiente para gerar mais lucros para seu negócio. Aproveite a leitura!

Adeque o cardápio de bar ao seu público

Para ter um bar premiado, o primeiro passo é definir o conceito do estabelecimento e conhecer seu público. Só assim você conseguirá fazer um menu adequado para os seus clientes. O cardápio deve estar alinhado com a estratégia de negócio.

Conheça seu cliente e obtenha informações como idade, sexo, renda e até hobbies. Esses dados são importantes para você conseguir oferecer um serviço personalizado para seu público.

Por exemplo, vai abrir um self-service? Estude o perfil do seu cliente para descobrir as opções de pratos que mais o agradam. Vale estudar o concorrente também! Veja o que seu vizinho oferece e tente apresentar diferenciais para se destacar.

Esqueça os cardápios extensos

Cardápios longos demais podem dar a ideia de um estabelecimento sem identidade. Com a ânsia de agradar todo mundo, você acaba não agradando ninguém. Evite o desperdício e prejuízos: elabore um cardápio enxuto!

Lagosta é uma delícia, mas se não tem saída, não faz sentido manter no cardápio. A matéria-prima estraga facilmente e você pode perder dinheiro. Só use ingredientes mais sofisticados se for a proposta principal do negócio. No geral, prefira ingredientes comuns e inove nas preparações.

Uma vez definido, o cardápio não fica engessado não. É necessário fazer mudanças de tempos em tempos para eliminar itens que não são vendidos e incluir novidades. Depois de fazer o planejamento e estudar o público-alvo, você consegue definir o caminho a ser seguido e manter um menu com as refeições mais desejadas pelos seus clientes.  

Inove no nome dos pratos

Vira e mexe, nomes criativos de pratos viralizam nas redes sociais. Isso é uma ótima propaganda para seu negócio. Títulos engraçados e curiosos chamam a atenção do consumidor.

Use a imaginação para trazer trocadilhos, referências regionais e nomes de músicas — mas tudo dentro do conceito do seu bar e sem fugir do propósito. Como foi ressaltado, é necessário um profundo conhecimento do público para saber se esse tipo de inovação é bem aceita por ele.

Você pode e deve ser inventivo, também, na descrição das refeições. Além dos ingredientes, utilize gatilhos mentais para destacar os pratos. Mas cuidado com o tamanho: a explicação deve ter no máximo três linhas.

Seja criativo no layout

O visual é primeira coisa que chama a atenção do cliente. Uma pesquisa publicada pela International Journal of Hospitality Management revelou que o design é o que mais influencia o pedido, mais até do que o prato em si. Motivo suficiente para você investir em um layout diferenciado, não é mesmo?

Tudo que está dentro do bar precisa combinar: as cores, os móveis, os pratos e o cardápio. O resultado é um ambiente mais harmônico e com identidade própria.

Apesar de ser criativo, o cardápio precisa ser claro e objetivo para facilitar a leitura do cliente. O material tem que ser resistente para evitar danos devido ao manuseio frequente. Pode ser de madeira, de couro ou de plástico, dentre outras opções. O importante é que tenha identificação com o conceito do negócio.

Não faça uma divisão na página para indicar prato e preço. Quanto o preço está destacado em uma coluna, a tendência é que o cliente escolha a opção mais barata. Portanto, o ideal é que o custo esteja disposto ao final da descrição. Assim, a escolha é feita pela refeição, e não pelo valor.

Já existe também a opção do cardápio digital. O cliente recebe um tablet e pode navegar pelo menu do bar. É a tecnologia usada a favor do seu negócio.

Faça também uma versão digital para deixar disponível no site, no blog ou nas redes sociais do seu bar. Assim, você começa a despertar a curiosidade do seu cliente enquanto ele ainda estiver no conforto de casa.

Use imagens apetitosas

Nós comemos com os olhos! Imagens atraentes já estimulam a salivação e dão vontade de comer aquele prato específico. Mas atenção: produza fotos reais dos seus pratos! É importante investir em profissionais qualificados para garantir a qualidade das imagens.

Mas não é necessário ilustrar o menu inteiro. Use o recurso para destacar os pratos com maior margem de lucro e com alto volume de vendas. Uma bela imagem pode induzir o cliente a pedir algo que nunca imaginou. Pense nisso!

Não use apenas letras maiúsculas

Se você usa tudo em caixa alta para destacar os itens, saiba que não está utilizando a estratégia certa. Um cardápio inteiro em caixa alta dificulta a leitura e acaba dispersando o cliente. Mescle as letras maiúsculas com as minúsculas.

O melhor mesmo é deixar o profissional de design, aquele responsável pelo layout, encarregado de destacar o nome dos pratos com outros recursos.

Cuidado com os erros ortográficos

Um belo cardápio, mas com erros gritantes de português não vai surtir o efeito desejado. Cuidado que você pode espantar os clientes!

Faça uma revisão minuciosa para detectar falhas de digitação, vírgulas, pontuação, acentuação e tudo o que for necessário. Vale até contratar um profissional só para fazer essa fiscalização. Não é caro e garante a qualidade do seu produto!

Fique atento ao feedback dos clientes

Ouça com atenção o que seus clientes têm a dizer. Eles sempre passam informações valiosas que podem ajudar a melhorar o cardápio e o atendimento.

Não adianta servir um prato que só agrada ao chefe, por exemplo. Se os clientes não gostam, não vai ter saída. Às vezes, vários consumidores pedem algo que não está no menu. Se o volume de pedidos for grande, fique atento: é sinal de que você deve inserir um prato novo no cardápio. Escute também os garçons. Eles têm contato direto com os clientes e geralmente o feedback é dado a eles. Não ignore essas informações!

Ter o melhor cardápio de bar aumenta exponencialmente as chances de seu negócio ter sucesso. Afinal de contas, ele é responsável pelo primeiro atendimento ao público e pode ser decisivo para causar uma boa impressão. Siga todas essas dicas e seja criativo para elaborar um cardápio capaz de atrair e fidelizar clientes!   

Entendeu como montar o melhor cardápio? Aprenda também como agregar mais valor ao seu negócio. Boa leitura!  

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Gastronomia

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend