Conecte-se conosco

Gastronomia

9 coisas que você deve considerar para montar uma cozinha industrial

Você sabe como montar uma cozinha industrial? Quem deseja empreender no ramo alimentício precisa se preocupar em adquirir maquinário profissional e capaz de atender às suas demandas.

Ter uma cozinha bem equipada e com um layout adequado e otimizado é essencial para o correto funcionamento do negócio, assegurando um atendimento rápido e de qualidade — fatores que podem ser apontados como diferenciais em um restaurante.

Diante disso, este post foi elaborado para ajudá-lo a entender melhor essa questão. A seguir, você poderá descobrir os principais fatores que devem ser analisados ao montar a sua cozinha industrial. Acompanhe!

1. Avalie as suas necessidades

Uma cozinha industrial funciona como uma verdadeira fábrica. Por isso, é fundamental que ela seja pensada com base em suas necessidades. Seu restaurante serve comida japonesa? Italiana? Brasileira? Lanches? Enfim, para que você adquira o maquinário ideal, os detalhes precisam ser observados com atenção. Afinal, cada tipo de comida exige utensílios e equipamentos diferentes.

2. Analise as dimensões da cozinha

Um fator muito importante a ser analisado é o tamanho da sua cozinha e a demanda de pratos esperada em dias normais de funcionamento. Antes de realizar a pesquisa de fornecedores, esse cálculo precisa estar claro, pois influencia no tipo e no tamanho das máquinas que serão compradas.

Assim, analise sua necessidade de comprar freezers, despensas, fornos, fogões e bancadas. Tudo deve ser considerado de acordo com o espaço disponível e com as demandas que você terá. A ideia é desenvolver um ambiente que favoreça a produtividade e a organização.

3. Conte com especialistas

Contar com o apoio de especialistas pode tornar essa tarefa muito mais segura. Por isso, procure ouvir arquitetos, engenheiros e o seu chef. Essa interação fará com que sua cozinha industrial seja muito mais funcional.

Vale a pena ressaltar que profissionais especializados já conhecem todas as demandas estruturais de um restaurante, o que evita que detalhes importantes sejam esquecidos e prejudiquem o cotidiano de cozinheiros e auxiliares.

4. Planeje o layout da cozinha

Como sabemos, a cozinha industrial é um espaço de produção de alimentos, portanto merece um planejamento de layout personalizado. O primeiro aspecto a ser avaliado é o fluxo de pessoas no local e o tipo de trabalho que será desempenhado ali.

Lembre-se de montar um layout que permita a circulação (favorecendo o deslocamento da cozinha para a mesa do cliente), de posicionar as lixeiras longe dos locais de preparo dos alimentos e de separar os fogões dos refrigeradores — o que assegura a saúde dos funcionários.

Além disso, separe um local específico para a montagem dos pratos, de preferência com uma bancada que possa ser limpa com frequência, e um espaço para que utensílios como facas, colheres e pratos sejam armazenados de maneira segura, organizada e acessível.

5. Escolha um piso antiderrapante

Muitos gestores se esquecem desse detalhe, mas é importante escolher o piso da sua cozinha com atenção. O ideal é que seja utilizado um material antiderrapante, pois ele evita acidentes de trabalho.

Além disso, esse tipo de piso facilita a limpeza diária, bastando a utilização de esfregões e água. No entanto, lembre-se ainda de providenciar placas indicativas de piso de molhado.

6. Faça uma lista de equipamentos essenciais

Para que uma cozinha industrial opere de maneira eficiente, é necessário contar com alguns equipamentos essenciais. Como empreendedor nesse ramo, você deve conhecê-los e entender suas funções. Veja:

  • patru: equipamento colocado entre o fogão e a prateleira, responsável por manter a comida em uma temperatura ideal;

  • coifa: equipamento imprescindível para cozinhas industriais, visto que elimina os gases provenientes do preparo dos alimentos, como fumaça e vapor;

  • armários: é importante contar com armários abertos, que possam ajudar a manter o ambiente organizado e funcional;

  • refrigeradores: os refrigeradores industriais precisam ter portas transparentes para que cozinheiros e auxiliares encontrem o que precisam com mais agilidade;

  • fogões: os fogões industriais precisam ser de qualidade e possuir a capacidade ideal para o fluxo da sua cozinha.

7. Fique atento às normas de vigilância sanitária

Uma cozinha industrial bem planejada deve contemplar aspectos relacionados à higiene e à conservação dos alimentos. Não se esqueça de que você trabalha com uma das necessidades básicas do ser humano, e é preciso muita responsabilidade ao servir a comida.

Por isso, procure conhecer e se esforçar para cumprir com as normas de vigilância sanitária. Fique atento a situações de risco que favoreçam a contaminação de alimentos, tenha um layout que permita a melhor organização dos materiais e um rígido controle de estoque para evitar que insumos vençam nas prateleiras.

8. Observe a demanda de água e de ventilação

Provavelmente, não é novidade para você o fato de que uma cozinha de restaurante requer um uso elevado de energia elétrica — em razão de equipamentos como freezers, geladeiras e processadores industriais. Logo, esse aspecto deve ser levado em consideração durante o seu planejamento.

É indispensável que se tenha uma estrutura elétrica bem montada, pois isso evita curtos, incêndios e interrupções na operação. Ou seja, um cuidado que garante a segurança e a lucratividade do seu negócio.

Além disso, observar se a cozinha possui saídas de ventilação suficientes é fundamental. Como há o uso de máquinas que produzem calor, o ambiente precisa ser bem ventilado, garantindo o bem-estar dos funcionários e a produtividade no local.

9. Escolha equipamentos de qualidade para montar uma cozinha industrial

Nossa última dica é uma das mais relevantes para quem precisa montar uma cozinha industrial. Afinal, escolher equipamentos modernos e de qualidade é uma premissa básica para o sucesso do seu restaurante.

Faça uma ampla pesquisa de fornecedores e opte por aqueles que fornecem maquinários eficientes e com qualidade reconhecida. Analisar apenas o custo de aquisição é um erro que precisa ser evitado, pois pode trazer prejuízos com o tempo.

Portanto, avalie com atenção se as máquinas têm certificação no Inmetro, se a fabricante fornece peças de reposição, se há suporte ao cliente e se a manutenção é complexa e difícil de ser feita em sua cidade.

Então, aprendeu como montar uma cozinha industrial? Conforme visto, é preciso ter muita atenção durante o planejamento e observar inúmeros detalhes. Seguindo as dicas apresentadas, você terá um ambiente utilitário e pronto para atender às suas demandas — o que é fundamental para o sucesso do seu negócio!

Gostou deste post? Aproveite que está por aqui e leia mais um conteúdo interessante do nosso blog: como fazer um projeto de restaurante encantador!

CTA_Bares e Restaurantes - como empreender com sucesso e fazer o negócio decolar-

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Gastronomia

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend