Conecte-se conosco

Gestão

7 dicas para tornar seu estabelecimento um restaurante ecológico

Segundo dados apresentados pelo Sebrae, nos últimos dez anos o setor de alimentação saudável obteve um crescimento de 870%. Acompanhando esse número, surgiu o conceito de restaurante ecológico. Você já ouviu falar?

Essa é uma ideia que tem mexido com a mente de muitos empreendedores, tendo em vista que os consumidores atuais privilegiam serviços que prezam pela responsabilidade socioambiental, isto é, o compromisso com a preservação da natureza. Um restaurante desse tipo se preocupa com o meio ambiente em todos os detalhes, desde as refeições até a decoração disposta entre os espaços.

Sendo assim, preparamos, neste post, 7 dicas interessantes para você remodelar a sua estratégia de negócio e aderir a esse modelo. Confira!

1. Diminua a utilização de papéis

O meio ambiente é agredido com o consumo desenfreado e recorrente de papel nas mais variadas formas. Por isso, ter a consciência de que seu uso precisa ser minimizado é essencial em qualquer estabelecimento.

Geralmente, o papel costuma se decompor depois de seis meses, sendo que muitos deles vão parar nas ruas, poluindo a cidade e proporcionando calamidades a cada chuva.

O aumento do uso de recursos tecnológicos é uma das melhores alternativas para diminuir consideravelmente o consumo de papéis no dia a dia do restaurante. Você pode investir em sistemas de automação para gerenciamento, comandas eletrônicas, aplicativos para o delivery e, até mesmo, tablets para o entretenimento dos visitantes.

2. Substitua embalagens plásticas

Sabendo que o plástico utilizado nas embalagens leva séculos para se decompor, a missão de qualquer restaurante é priorizar os itens que não tenham essa composição. A mudança de postura pode significar não só economia nos recursos aplicados, mas uma excelente performance na questão socioambiental e percepção de valor pelos clientes.

Caso você tenha um serviço de delivery no restaurante, por exemplo, opte por trocar as sacolas convencionais por modelos que usam materiais biodegradáveis. Isso contribui com o planeta e aumenta a credibilidade da marca. Quanto aos canudinhos, é possível mudar para materiais de aço inox, vidro, recicláveis e comestíveis — o que pode gerar um diferencial competitivo.

3. Controle os gastos com energia

Você costuma olhar a conta de luz do estabelecimento e aí bate aquela tristeza, todo mês, com o valor cobrado, pois sabe que precisa reduzir custos e o consumo de energia urgentemente? Esse é um problema muito comum em diversos estabelecimentos. Quanto mais energia se consome, maior será a necessidade de produção e isso gera impactos maciços no meio ambiente.

Dentro de um restaurante existem vários equipamentos que necessitam de energia, tais como geladeira, fogões industriais, computadores, lâmpadas, televisores e assim por diante.

Se possível, opte por uma iluminação natural, utilize lâmpadas LED, substitua equipamentos antigos na cozinha, coloque sensores de luz nos banheiros, deixe o espaço arejado para diminuir o uso de ar-condicionado etc.

4. Contenha o consumo de água

De acordo com informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o nosso país consome 6 litros de água para cada R$1,00 produzido na Economia, o que representa um dado alarmante e um volume de desperdício enorme. Quando se trata de modificar a cultura do estabelecimento para um restaurante ecológico, você deve colocar a economia de água como um dos pilares na empresa.

Para tanto, vale criar uma política de economia que passa por um bom treinamento da equipe, avisos de conscientização para os visitantes e reformas pontuais para lidar melhor com essa questão.

É possível optar por torneiras com temporizador para regular a vazão de água, aproveitar a água da chuva para a limpeza, lavar frutas e hortaliças em um recipiente com água, entre outras dicas.

5. Invista em uma decoração ecológica

Esse é um ponto que pode tornar o seu restaurante uma referência em matéria de proteção à natureza, pois a decoração é peça-chave para mudar o ambiente da melhor maneira possível. Existem várias formas de reaproveitar os espaços e deixar o ambiente arejado, confortável e, com isso, propor uma imersão na natureza por meio de artigos simples de decoração.

Você pode criar um jardim vertical nas paredes, colocar mudas de flores nas mesas, distribuir vasos de plantas em determinados locais, utilizar o bambu como matéria-prima para divisórias e alguns apetrechos que simbolizem o meio ambiente.

Além disso, escolha mesas e cadeiras sustentáveis, ou seja, que utilizem madeiras de origem certificada e tecidos sintéticos.

6. Evite desperdícios

Embora haja tantas notícias de pessoas passando fome pelo mundo, ainda é recorrente o desperdício de comida nos restaurantes, seja entre os visitantes, seja entre os funcionários. No intuito de minimizar essa questão, torna-se crucial identificar as fontes desse desperdício e tomar medidas responsáveis, que possam ajustar a cultura do restaurante e a forma de lidar com os resíduos orgânicos.

É preciso realizar um gerenciamento completo em relação ao estoque, a fim de comparar o que foi comprado com o volume de lixo armazenado.

É indispensável organizar a lista de compras para adquirir produtos que tenham melhor aceitação nas refeições. Pode-se seguir algumas das tendências da gastronomia para alterar o cardápio e, assim, oferecer um serviço ainda melhor aos clientes.

7. Adote a política da reciclagem

Sem dúvida, outro fator que contribui bastante para a redução de lixo no meio ambiente e um descarte consciente dos resíduos é a política da reciclagem. Ela permite que o restaurante tenha uma gestão melhor do seu lixo e passe uma boa imagem para o público.

Dentro desse contexto, é necessário seguir algumas normas para que a coleta esteja de acordo com os padrões de reciclagem.

Lembre-se de separar o resto de óleo de cozinha para disponibilizar em locais específicos que cuidam desse tipo de resíduo e dividir as lixeiras para recolher vidro, papel, plástico, metal e lixo orgânico, devidamente com suas cores. Com essas e outras práticas ecológicas fica muito mais fácil ter um compromisso sustentável e ainda melhorar o seu perfil nos sites de avaliação de restaurantes.

Perceba que todos esses procedimentos só reforçam a construção de uma imagem positiva de um restaurante ecológico. Isso será de extrema valia para prospectar novos clientes e fidelizar aqueles que já confiam na marca.

Gostou deste texto, mas quer saber outras dicas para modernizar o seu estabelecimento? Então, aproveite a visita ao blog e confira as principais características de um restaurante de alto padrão!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook

Mais em Gestão

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend