Conecte-se conosco

Decoração

Layout de restaurantes: 7 aspectos indispensáveis

Tomar a decisão de abrir um restaurante já é difícil. Na hora de montar o negócio, então, nem se fala. Muita coisa deve ser pensada, como o cardápio, o tipo de atendimento, a forma de acondicionar os alimentos, bem como um ponto muito importante: o layout de restaurante.

Mas o que seria, exatamente, o layout? Esse quesito é pensado a partir da planta baixa do estabelecimento, levando em consideração o fluxo de pessoas e a rotina da equipe. É ele quem pode conferir praticidade ao dia a dia dos funcionários e tornar a experiência dos clientes mais agradável e segura.

Já deu para perceber como o layout tem que ser planejado com atenção, não é mesmo? Por isso, a seguir vamos dar 7 dicas de como organizar seu restaurante e fazer dele um estabelecimento seguro para ser frequentado mesmo durante a pandemia. Vamos lá? Aproveite!

Por que o layout do restaurante é tão importante?

Veja, abaixo, os principais motivos para você se dedicar com carinho ao planejamento do layout.

Facilita a circulação no ambiente

A disposição dos móveis tem que ser pensada de acordo com a circulação de pessoas no ambiente. Afinal de contas, você não quer clientes e funcionários se esbarrando a cada hora que precisarem circular pelo espaço, não é mesmo? Durante tal período de enfrentamento da pandemia por COVID-19, ter espaço para as pessoas andarem pelo estabelecimento sem precisar ficarem próximas umas às outras é crucial.

Um bom arquiteto pode ajudar nesse planejamento, a fim de tornar os ambientes mais amplos e funcionais. Além disso, ele também poderá indicar a melhor disposição dos móveis, os pisos ideais para evitar escorregões, facilitar a limpeza, e assim por diante.

Melhora a experiência dos clientes

As cores e o jogo de luzes no ambiente são características que dizem muito sobre a experiência que seu cliente terá no restaurante. Entrar em um lugar bem desenhado faz com que as pessoas tenham uma ótima impressão e se sintam mais confortáveis no local.

Esses detalhes podem dar um tom mais intimista, descolado ou agitado, dependendo do tipo de experiência que você deseja que sua clientela tenha. Do mesmo modo, você pode tornar o local superdescontraído ou até mais formal.

Reforça a identidade do estabelecimento

Um restaurante que tem identidade fica guardado na memória dos frequentadores. É aquele que, quando o nome vem à cabeça, as pessoas já sabem o que esperar. Por isso, o layout pode ajudar a passar a mensagem que você quer que as pessoas gravem sobre seu negócio. É um local mais familiar? Ideal para reunir os amigos? Perfeito para receber equipes de profissionais?

O layout tem tudo a ver com isso. Ele vai ser pensado para facilitar a estadia dos seus clientes, dependendo de cada objetivo, com mesas maiores, menores, espaços abertos, e assim por diante. O ambiente interno precisa estar alinhado com o que você quer transmitir com sua identidade.

Segurança do cliente e da equipe

Em face da pandemia por COVID-19 é necessário adotar todas as medidas possíveis a fim de proporcionar segurança para o clientes. Isso não diz respeito apenas à higiene, mas ao tipo de ambiente que você disponibiliza para seu público.

Adotar equipamentos que ajudem a resguardar os clientes (como as divisórias de mesas) é uma ação importantíssima, bem como repensar a alocação dos móveis para garantir uma distância segura entre as pessoas. Com alguns ajustes no layout de restaurante é possível manter a equipe e os clientes livres da contaminação no local.

Quais são as práticas mais indicadas para planejá-lo?

Agora que já falamos sobre como o layout é fundamental para o sucesso de um restaurante, vamos às dicas. Abordaremos os pontos principais a serem considerados na hora de planejar o layout e proporcionar ao público uma experiência positiva em seu estabelecimento. Vamos lá?

1. Ofereça uma área de recepção e espera confortável

O primeiro contato do cliente com seu restaurante ocorre no momento em que ele é recebido e aguarda atendimento. Portanto, a experiência nesse espaço é determinante para que ele continue ou não em seu estabelecimento.

Não importa se há uma área específica de espera ou se ela é agregada ao restante do restaurante: o que você deve fazer é tornar o tempo de espera o mais agradável possível. Durante a pandemia, também é preciso pensar em uma área segura, com delimitações nos locais de espera.

Coloque cadeiras e bancos confortáveis a uma distância de aproximadamente dois metros. Planeje, ainda, uma iluminação e um jogo de cores adequados, uma decoração atrativa e um local limpo, com utensílios de higienização, como álcool em gel 70% e até mesmo luvas e máscaras descartáveis, se for o caso.

2. Atente ao salão de almoço e/ou jantar

O salão é o local onde os clientes vão permanecer por mais tempo. Então, tudo nesse ambiente deve ser planejado com muito cuidado. Conforto, segurança e higiene devem estar sempre em primeiro lugar na hora de definir a mobília, a disposição das mesas e as áreas de circulação, por exemplo.

O primeiro passo é pensar no tamanho do lugar e em quantas pessoas cabem confortavelmente (e com segurança) nele — nesse caso, consultar o corpo de bombeiros pode ser uma boa ideia! Além disso, o indicado é que, durante o período de pandemia, a capacidade total do restaurante seja reduzida em 50%, pelo menos.

O ideal é deixar uma média de dois metros entre as mesas. Além disso, escolha uma mobília firme, que não mude de lugar a cada esbarrão, e sem fendas, para não acumular sujeira ou machucar as pessoas. Também, certifique-se de que os profissionais terão condições de transitar pelo espaço sem se expor nem oferecer risco aos clientes.

Para ter certeza de que fez uma boa escolha, antes de abrir o restaurante, faça um teste e veja se o local está agradável. Sente-se em diferentes mesas, em diversos ângulos e posições, para conferir se todos eles proporcionam uma boa experiência.

3. Planeje a disposição das mesas e cadeiras

Manter as mesas e cadeiras a uma distância segura é primordial para garantir a integridade dos clientes enquanto estiverem no restaurante. Mas de nada adianta deixar uma mesa aqui e outra acolá, de modo que o cliente se sinta desconfortável com a apresentação do lugar.

Utilize sempre o bom senso e opte por um ambiente visualmente agradável. Se houver a possibilidade, estude a opção de distribuir algumas mesas em um ambiente ao ar livre. Isso pode enriquecer a experiência do consumidor e deixá-lo mais seguro.

4. Inclua divisórias provisórias entre as mesas

Outra solução adotada é o uso de barreiras protetoras entre as mesas. Apesar de alguns estabelecimentos preferirem a medida de deixar uma mesa vaga entre um cliente e outro, muitos também estão desenvolvendo meios de isolar as mesas com divisórias provisórias, evitando que, se alguém estiver contaminado, o vírus se espalhe pelo ambiente.

Isso é fundamental para que cada grupo de pessoas fique resguardado apenas à exposição da sua própria mesa. Se uma família for ao restaurante, por exemplo, ela não precisa de isolamento entre seus membros, mas, sim, em relação às outras mesas. Já um pequeno grupo de amigos pode preferir um layout de restaurante cujas mesas tenham divisórias individuais.

5. Considere um espaço maior para a circulação de pessoas

Restaurantes do mundo todo têm experimentado diferentes opções para superar as dificuldades em tempos de pandemia sem expor os clientes ao risco de contaminação. Criar espaços maiores, mais arejados e até mesmo em ambientes abertos são algumas das opções mais cotadas.

Para facilitar a circulação de pessoas sem aglomeração, muitos estabelecimentos estão optando por isolar as mesas em uma espécie de estufa, cada uma em um espaço diferente, em ambiente externo. Isso pode proporcionar mais intimidade e conforto aos clientes, possibilitando uma experiência totalmente diferente do que estão acostumados. É uma oportunidade para surpreender seu público.

6. Saiba lidar com os lugares mais problemáticos

Todo restaurante tem áreas problemáticas — aquelas nas quais todos os clientes evitam se sentar, como as próximas aos banheiros e à cozinha. Isso acontece porque, geralmente, esses locais têm muita circulação de pessoas (o que atrapalha a privacidade) e, também, costumam ser mais barulhentos ou ter um odor desagradável.

Muitas vezes, o acesso dos garçons a tais mesas é mais difícil, o que faz com que os clientes se sintam desvalorizados. Uma boa dica é reservar esses locais para a circulação dos garçons e deixar as mesas mais afastadas. Se seu restaurante for pequeno, outra ótima possibilidade é separar a cozinha e o banheiro do restante do salão. Colocar móveis ou painéis com plantas pode ser uma boa solução.

Dispersar as áreas de maior aglomeração também é importante durante a pandemia. Para isso, considere soluções que otimizem os pedidos, como os cardápios digitais, que diminuem a circulação de atendentes, e outros recursos que agilizem o pagamento, diminuindo o tempo dos clientes no caixa. Apesar de não ser uma medida estrutural, essa ação atribui mais funcionalidade ao negócio.

7. Organize a cozinha

Normalmente, a cozinha é um espaço que o cliente não vê, mas, nem por isso, deve ser deixado de lado na hora do planejamento do layout de restaurante. Muito pelo contrário: trata-se de um ponto-chave para o bom funcionamento de qualquer estabelecimento!

A cozinha precisa de um bom layout interno para que o trabalho dos funcionários flua bem e não atrase a entrega dos pratos. Para tanto, o primeiro passo é adequá-la ao seu cardápio e à capacidade de atendimento, ou seja, ao número de clientes que o restaurante comporta.

Uma boa estratégia é dividir o ambiente em diferentes estações:

  • cozinha quente;
  • cozinha fria;
  • local de fritar e grelhar;
  • espaço onde os pratos mais complexos são preparados.

Além disso, há a chamada linha de cozinha, na qual os garçons recebem os pratos para entregá-los às mesas. Todos esses passos devem ser pensados de forma a facilitar a circulação e evitar que um tipo de serviço atrapalhe o andamento do outro. Não se esqueça de prezar pela segurança de todos também nesse ambiente. Quanto mais espaço os funcionários tiverem para circular, melhor.

BÔNUS: Tenha atenção aos detalhes

Existem alguns detalhes que fazem toda a diferença no layout de restaurante. Nem sempre será preciso fazer uma mudança enorme, algumas delas são bem pequenas e têm um efeito bastante positivo. A exemplo disso está um sistema de pagamento sem contato, em que o cliente que vai utilizar cartão de débito ou crédito não precisa entrar em contato com outra pessoa e ainda alivia a fila do caixa.

Outras ideias também são válidas, como:

  • disponibilizar estações de higienização em todo o restaurante, com pias e demais aparatos necessários;
  • distanciar as áreas de coleta de alimentos do caixa, entradas, banheiros e estações de higienização;
  • distribuir sinalizações e informações relevantes para uma estadia segura no estabelecimento;
  • manter janelas e portas abertas, facilitando a circulação natural de ar;
  • montar um sistema de self-service com porções individuais e embaladas;
  • incluir os protetores salivares em todo o buffet;
  • priorizar os pratos à la carte, reduzindo o fluxo de autosserviço;
  • remover bares, evitando que as pessoas se acomodem muito próximas umas das outras.

Como os restaurantes estão se protegendo da COVID-19 pelo mundo?

Além das medidas já mencionadas, existem diversas outras ações criativas sendo desenvolvidas no mundo todo para superar a dificuldade em receber os clientes sem precisar expor ninguém ao risco de contaminação por COVID-19. Todas elas estão relacionadas a um bom layout de restaurante, por isso, trouxemos algumas ideias que podem gerar insights relevantes para seu negócio:

  • na Tailândia, os restaurantes estão utilizando barreiras feitas de plástico para isolar todos os clientes nas mesas;
  • na Alemanha, escudos faciais e luvas são distribuídos para os clientes utilizarem enquanto são servidos pelos funcionários;
  • na Holanda, foram confeccionadas estufas aconchegantes, com iluminação baixa para até dois ocupantes, e as sinalizações de distanciamento são enormes círculos coloridos no chão, com bem mais de dois metros entre eles.
  • na Suécia, um restaurante foi criado totalmente ao ar livre, cujos pratos são servidos pela janela, através de um sistema de polias até a mesa.

Como você pôde ver, um layout funcional e esteticamente agradável é imprescindível para que o cliente tenha uma boa experiência em seu estabelecimento. Portanto, o planejamento dessa questão requer bastante cuidado.

O novo “confortável” dos clientes inclui uma característica importante: segurança. Se seu público não se sentir seguro dentro do seu restaurante, provavelmente não estará confortável, nem desfrutará de uma experiência positiva. Por isso, em vez de cumprir com as medidas básicas, que tal estender suas ações de segurança de forma a deixar o cliente realmente confortável com o layout?

Agora que você já sabe como montar um layout de restaurante funcional, seguro e agradável, que tal começar a escolher os móveis? Converse com a Franco Bachot e descubra as melhores opções para manter seus clientes confortáveis!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook

Mais em Decoração

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend