Conecte-se conosco

Gestão

Food experience: entenda a importância para bares e restaurantes

Faz algum tempo que o sabor da comida já não é mais um diferencial competitivo para bares e restaurantes. Afinal de contas, existem diversos outros fatores que influenciam na forma como consumidor percebe a refeição: aromas, visual, mobiliário, atendimento, entre outros. É aí que entra o conceito de food experience!

Se um cliente desfruta de uma boa refeição, mas em um ambiente malcheiroso, por exemplo, é bem provável que ele saia do estabelecimento com uma percepção ruim de todo o serviço. Ou seja, todo o contexto influencia positiva ou negativamente a experiência do consumidor.

Quer entender melhor o que é food experience e por qual motivo a estratégia é essencial para o seu negócio? Continue a leitura e saiba tudo sobre o assunto.

Afinal, o que é food experience?

É o conjunto de todas as sensações acumuladas pelo cliente durante as interações dele com o seu bar ou o restaurante. Esses sentimentos podem ser despertados antes mesmo de o cliente entrar no local.

O cheiro de carne na brasa que invade a calçada da churrascaria, as ações de marketing que o consumidor vê na internet, os check-ins e as fotos que os amigos compartilham nas redes sociais e até mesmo a postura que a empresa assume em respeito à sustentabilidade influenciam na forma que o cliente percebe o bar ou o restaurante.

Portanto, o food experience vai além de comida boa a um preço justo. Esse conceito está ligado a uma experiência gastronômica completa. Investir nisso é uma forma de agregar valor à marca, atrair mais clientes, aumentar as vendas e elevar o faturamento do seu negócio.

Quais são os elementos que compõem a experiência do cliente?

O experiência do cliente no bar ou restaurante engloba alimentos de qualidade, empratamento, cheiros, sons, decoração e atendimento. Ou seja, cada detalhe conta para que o consumidor tenha boas lembranças daquela refeição e de todo o contexto em que ela está envolvida.

Veja, a seguir, quais são os principais fatores que formam o food experience e algumas dicas para aplicar no seu estabelecimento.

Alimentos de qualidade

Apesar de diversos outros fatores entrarem na conta do food experience, a comida ainda é a protagonista. Sendo assim, invista em ingredientes frescos e de qualidade para o preparo das refeições.

Os pratos precisam ter sabores equilibrados, texturas agradáveis e serem servidos na temperatura ideal. Além disso, é necessário ter atenção na harmonização com as bebidas. O drink certo ajuda a aguçar o paladar e deixar a comida ainda mais saborosa.

Apresentação dos pratos

A forma como a comida é disposta no prato influencia na percepção de sabor. É isso que mostrou a pesquisa “The perfect meal: the multisensory science of food and dining” — em português, “A refeição perfeita: a ciência multissensorial de alimentos e refeições” — realizada pelo departamento de psicologia experimental da Universidade de Oxford.

No teste, todos os participantes provaram a mesma comida. Contudo, enquanto a refeição foi colocada de forma simples no prato para um grupo, a outra turma recebeu pratos com os elementos dispostos artisticamente. As pessoas que provaram o prato melhor apresentado deram maior nota no quesito sabor.

Isso acontece porque só de olhar o cérebro já cria expectativas em relação ao gosto do alimento e isso influencia a percepção. Sendo assim, o visual é um fator importante no food experience. Além disso, a composição do prato ajuda a melhorar a assimilação de sabores. Um molho, por exemplo, não pode ser colocado sob a farofa porque compromete a crocância do alimento.

Aromas do ambiente

Assim como o visual interfere na assimilação do sabor, o cheiro do ambiente também. Alimentar-se em um local com odores desagradáveis faz com que o cliente tenha uma percepção errada da comida ou até perca o apetite. Portanto, procure neutralizar os aromas do ambiente para que o consumidor possa sentir o cheiro da própria comida.

Sons acolhedores

Ruídos como o tilintar de talheres, as conversas entre os clientes de outras mesas e até as buzinas da rua costumam causar desconforto aos consumidores. Portanto, bares e restaurantes precisam de um bom tratamento acústico para minimizar a reverberação desses sons indesejados.

As músicas tocadas no ambiente ainda precisam ser acolhedoras para transportar o cliente a outro universo. No entanto, a escolha de repertório depende do perfil de público e do estilo do negócio.

Decoração reconfortante

A decoração do recinto é responsável por proporcionar bem-estar aos consumidores. As cores das paredes, as texturas, as plantas ornamentais, os acessórios decorativos e a iluminação contribuem para o local ficar mais aconchegante. Isso deixa o momento da refeição mais prazeroso.

A mobília também é elemento decorativo, pois quando bem escolhida ajuda a embelezar o ambiente e reforça a identidade do restaurante. No entanto, não é apenas a aparência que conta.

Os móveis precisam dar comodidade postural ao consumidor para que ele consiga aproveitar a refeição sem aborrecimentos. Cadeiras e mesas com pernas mancas, por exemplo, atrapalham a experiência e dão uma impressão negativa da comida.

Além disso, a mobília precisa ter as dimensões certas e devem ser dispostas pelo salão de maneira estratégica para não atrapalhar a circulação de clientes e garçons — além disso, os móveis têm função acústica.

Atendimento de excelência

O atendimento é o cartão de visitas de um negócio. Afinal de contas, esse é o serviço responsável por fazer o cliente se sentir acolhido e especial desde a reserva até o relacionamento pós-venda. Aliás, a qualidade do atendimento é um dos principais motivos de insatisfação entre os clientes.

Sendo assim, todos os colaboradores que atuam na linha de frente do restaurante — recepcionista, garçons, maitres, barmans e cumins — precisam ser ágeis e tratar o cliente com cordialidade. Isso deixa o ambiente mais leve e permite que os consumidores curtam a comida com tranquilidade.

Além disso, os clientes valorizam quando os garçons são atenciosos, proativos, recomendam refeições, explicam com clareza os pratos, anotam e entregam o pedido corretamente etc.

Food experience diz respeito à experiência do cliente no bar ou restaurante. A percepção que o consumidor tem da comida muda de acordo com as lembranças — positivas ou negativas — acumuladas durante as interações com a marca. Portanto, é essencial cuidar de cada detalhe e trabalhar sempre para melhorar a experiência do cliente. Assim, você consegue atrair mais consumidores e fidelizá-los.

Gostou do conteúdo e quer ver mais materiais como este? Então, assine gratuitamente a newsletter do blog e receba as novidades no seu e-mail.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Gestão

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend