Conecte-se conosco

Gestão

Insatisfação em restaurantes: entenda as causas e como evitar

A insatisfação em restaurantes é o principal motivo da perda de clientes nesse ramo de atividade. Afinal, quem é que volta em um estabelecimento onde foi mal atendido ou que tenha consumido produto de má qualidade, não é mesmo? Esses fatores prejudicam a experiência do consumidor, causando a perda da confiança e gerando problemas para a imagem do local perante o mercado.

Conheça as principais causas das reclamações feitas pelos clientes em restaurantes e veja como fazer para evitá-las no seu estabelecimento.

Principais motivos de reclamações em restaurantes

Vamos começar entendendo quais são os principais motivos que levam as pessoas a reclamarem de um restaurante. Assim, fica mais fácil saber onde será preciso atuar para evitá-los. Acompanhe!

Mau atendimento

Prestar um bom atendimento nunca deve ser encarado como um diferencial, mas sim como algo obrigatório e a ser aprimorado todos os dias. Entre os itens que devem ser considerados parte fundamental do bom atendimento, estão:

  • cordialidade dos funcionários;
  • atenção no momento do atendimento;
  • disponibilidade em ajudar com demandas específicas;
  • agilidade e exatidão na preparação dos pedidos.

Note que todos os pontos citados fazem parte do que qualquer pessoa espera quando vai a um restaurante. Logo, quando esses requisitos não são atendidos, a impressão que o estabelecimento passa é de total falta de profissionalismo. Se o básico não está sendo feito da forma correta, imagine as questões mais complexas?

Má qualidade dos alimentos e bebidas servidos

A qualidade dos produtos oferecidos no restaurante diz muito sobre sua preocupação com a segurança alimentar e com o serviço prestado aos clientes. Por isso, é fundamental ter um cuidado especial com a escolha dos ingredientes e dos fornecedores parceiros.

A falta de qualidade dos alimentos e bebidas que o restaurante serve causa consequências relevantes ao local. Um vegetal velho, uma verdura mal-lavada ou uma carne acondicionada de forma indevida trazem riscos graves à saúde dos clientes, e podem trazer problemas com a Vigilância Sanitária.

Além disso, vale ressaltar que a aparência dos pratos conta muito na percepção dos consumidores. Se os ingredientes não estiverem em perfeito estado, o resultado das receitas não será o mesmo, e até o sabor pode ser afetado. Uma comida disforme e esquisita não agrada aos olhos do público e acaba afastando a clientela.

Experiência negativa no local

Todas as queixas anteriores compõem uma experiência negativa. Contudo, ela vai além dessas questões pontuais. A experiência do cliente parte das emoções que os momentos vividos em um determinado local provocam na mente de cada um. Ou seja, é algo mais particular e individualizado.

Mesmo assim, é importante ficar atento a isso, para prevenir ao máximo a possibilidade de experiências desagradáveis no seu restaurante. Mesmo sendo algo particular e individual, há algumas medidas que o estabelecimento deve tomar para não causar desconforto no cliente, como acessibilidade e climatização.

Pode ser uma pessoa com dificuldade de locomoção que não conseguiu ir ao banheiro sozinha, uma má resposta dada por um garçom, ou até mesmo a demora para ser atendido. Independentemente da situação ruim, pode ter certeza que ela ficará registrada na memória do cliente. Se não for algo positivo, certamente ele vai reclamar e não voltará ao local.

Atitudes preventivas que os gestores devem tomar

Agora que você já entendeu quais são as causas das insatisfações em restaurantes, é preciso tomar providências para evitá-las. Existem diversas ações que, se colocadas em prática, podem impedir acontecimentos desagradáveis. Vamos conhecê-las a seguir.

Oferecer treinamento para funcionários

A maior parte dos problemas citados pode ser resolvida apenas investindo em treinamentos para os funcionários. Essa deve ser uma premissa constante do negócio, pois traz benefícios sob diversos pontos de vista.

A começar pela melhoria no atendimento realizado pelas equipes de garçons, maitres e operadores de caixa, que causam o impacto mais perceptível aos clientes. Além deles, tem a equipe da cozinha, que aprende novas técnicas de aproveitamento de alimentos, formas corretas de armazenagem e receitas inovadoras.

No setor administrativo, os cursos ajudam a tornar as compras mais eficientes, por meio de métodos de negociação e estabelecimento de parcerias mais vantajosas junto aos principais fornecedores. Enfim, as vantagens são alcançadas de diferentes formas.

Zelar pela boa qualidade dos produtos oferecidos

A insatisfação causada pela má qualidade dos produtos oferecidos é facilmente contornada com o cuidado na escolha dos fornecedores e com a melhoria nos processos internos de produção. A capacitação constante dos funcionários contribui na implementação dessas cautelas, mas é importante que os responsáveis saibam quais são os pontos de maior atenção.

Portanto, as equipes devem ter uma comunicação fluida e eficaz, a fim de estabelecerem os requisitos mínimos que garantam a qualidade do resultado dos pratos sob a perspectiva de cada um. Juntos, eles podem definir os momentos de compra e estocagem de cada tipo de produto, garantindo máxima economia sem a perda da qualidade.

Por exemplo, os cozinheiros sabem como devem estar o estado de maturação dos tomates para criar molhos perfeitos e quais são as técnicas e prazos de congelamento para guardá-los por mais tempo. Por outro lado, os analistas de compras sabem quais são os fornecedores mais baratos e as melhores épocas para adquirir cada item.

Ter uma boa estrutura física no restaurante

Para proporcionar uma experiência positiva completa aos clientes, não basta atender e servir pratos de qualidade. É preciso ir além e integrar todo o ambiente na vivência oferecida no local. Por isso, a decoração e a estrutura física do lugar são fundamentais para agregar na satisfação dos consumidores.

Cada tipo de restaurante deve imprimir sua marca, de acordo com a proposta do estabelecimento. Um restaurante japonês precisa contar com referências ao Japão, um bistrô pode ter mesas e cadeiras retrôs e um bar deve ter banquetas, para os clientes se sentarem junto ao balcão. Tudo isso compõe uma experiência completa e marcante.

Então, se você quer evitar insatisfações em restaurantes e conquistar cada vez mais clientes, fique atento às dicas deste artigo e cuide de cada detalhe. Quanto mais satisfeitas as pessoas ficam ao visitar o local, maiores são as chances de voltarem e indicarem aos amigos e parentes. Por isso, comece as mudanças agora mesmo. Além de evitar problemas, você ainda promove o crescimento do seu negócio.

Gostou das dicas? Qual desses problemas de insatisfação você já presenciou em seu restaurante? Conte sua experiência aqui nos comentários. E para receber mais conteúdos como este direto no seu e-mail, assine a nossa newsletter.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook

Mais em Gestão

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend