Conecte-se conosco

Gastronomia

Comfort food: conheça agora essa nova tendencia para restaurantes

Com o passar do tempo, o mercado tem se tornado cada vez mais competitivo, principalmente no segmento de restaurantes e estabelecimentos afins, tendo em vista que, a partir do estopim de novos modelos de negócio, como o drive-thru, take-away e dark kitchen, tornou-se mais fácil abrir um empreendimento no ramo. Além disso, com a evolução da culinária, novas propostas gastronômicas vêm surgindo, e os consumidores procuram por espaços que as ofereçam.

Diante desse cenário, é fundamental se atualizar sobre as novas tendências do segmento e aderir àquelas que se adéquam à proposta original do seu negócio, a fim de manter os antigos clientes fidelizados, continuar atraindo novos consumidores e surpreender o público como um todo.

Uma das tendências que já domina o mercado de restaurantes e estabelecimentos afins é a comfort food. Se você não quer ficar de fora dessa novidade, confira, a seguir, o conceito por trás da proposta e recomendações de como incorporá-la ao seu estabelecimento.

Faça uma boa leitura!

O conceito por trás da comfort food

Ao pé da letra, comfort food significa “comida confortável”, mas, segundo o SEBRAE Inteligência Setorial, o termo pode ser traduzido como comida afetiva. Por mais que a comfort food seja uma tendência, o primeiro registro da expressão data de 1958, conforme destacado no dicionário Merriam-Webster, que a define como “comida preparada em estilo tradicional, apresentando usualmente um apelo nostálgico ou sentimental”, em tradução livre para o português.

Nesse sentido, comfort food é a comida que entrega sabor e também resgata memórias passadas, como as antigas reuniões familiares aos finais de semana, o saboroso tempero da avó e a comida preparada no fogão à lenha, despertando no indivíduo sensações de acolhimento, conforto, cuidado e afetividade.

Assim sendo, geralmente as comfort foods são compostas por pratos caseiros diversificados, preparados, obviamente, com muito carinho, de forma simples, tranquila, sem o uso de muitos produtos processados e ultraprocessados, e com ingredientes comuns ao nosso dia a dia, isto é, de maneira oposta ao que encontramos em fast foods, restaurantes requintados e restaurantes de comida estrangeira.

Já que foram mencionados os fast foods, convém dizer que as comfort foods surgiram nos Estados Unidos como uma resposta a essas refeições preparadas e consumidas muito rapidamente fora de casa para se adequar a uma rotina cada vez mais cheia de compromissos.

Josiane P. Pedroso Pereira, psicóloga do Núcleo de Atendimento Multidisciplinar da Unimed de São José do Rio Preto (SP), em entrevista publicada na página da Unimed Rio Preto, explica como a sensação de bem-estar é acionada a partir das comfort foods.

De acordo com a profissional, “quando sentimos cheiros de alimentos que nos trazem lembranças de uma situação passada ou bons momentos, o cérebro, automaticamente, avisa ao organismo que essa comida faz bem. Assim é feita uma conexão entre o sabor, aroma e a emoção correspondente, tornando-se perceptível diante de um prato que nos leva às sensações prazerosas de qualquer época da vida”.

Recomendações de como incorporar as comfort foods ao seu estabelecimento

A seguir, veja algumas dicas de como aderir a essa tendência. No entanto, não se esqueça de levar em consideração que, para criar um cardápio com opções de comfort food, é preciso conhecer muito bem o perfil dos clientes, a fim de identificar quais pratos são passíveis de remetê-los às boas memórias degustativas passadas.

Para isso, você pode contratar um instituto de pesquisa para realizar esse levantamento ou, até mesmo, deixar uma caixa de sugestões no balcão de pagamento. Assim, antes de os clientes saírem, o atendente pode solicitar que eles anotem em um folha as comfort foods preferidas e insira o papel na urna.

Outra dica interessante e fácil de aplicar é deixar caixinhas de sugestões, papel e caneta sobre as mesas onde os clientes irão se sentar. Desse modo, eles podem dar suas recomendações enquanto aguardam o prato chegar.

Após selecionar as comfort foods mais apreciadas pelo seu público, entre em contato com seus clientes para saber se eles aceitam compartilhar a memória afetiva que o prato escolhido traz. Com um representante de cada prato, você pode elaborar um belíssimo cardápio contendo um breve relato do que aquela refeição pode significar.

Produtos caseiros

Muitas comfort foods são feitas de produtos caseiros, ou seja, sem ou com o menor uso de produtos processados e ultraprocessados. Por exemplo, para preparar uma lasanha, não são utilizadas massas, molho branco e extrato de tomate comprados prontos no mercado. Ao contrário, todos esses ingredientes são feitos em casa.

Logo, você deverá fazer o mesmo no seu estabelecimento. Para otimizar o processo, é possível contar com equipamentos que auxiliam na preparação dos ingredientes e ultracongeladores com os quais você consegue congelá-los rapidamente, a fim de que eles se mantenham próprios para consumo. Assim, basta descongelar os ingredientes já preparados para elaborar os pratos.

Alimentos orgânicos

As comfort foods geralmente são preparadas com alimentos orgânicos, ou seja, livres de agrotóxicos, adubos químicos ou outras substâncias sintéticas que podem oferecer riscos aos seres vivos e ao meio ambiente.

Caso você não conheça previamente fornecedores de confiança, para garantir que os alimentos são de fato orgânicos, peça para lhe mostrarem a certificação de orgânicos emitida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Simplicidade

A simplicidade é uma característica muito presente nas comfort foods e essa qualidade não pode estar presente apenas no cardápio e no modo de preparo dos alimentos, mas também na apresentação do prato. É possível criar pratos com uma apresentação simples, mas muito sofisticada, seja com um visual mais minimalista, rústico ou carregado pelas cores dos alimentos.

Abaixo, confira alguns pratos que podem ser considerados comfort foods por seus clientes:

  • sopão;
  • canja de galinha;
  • lasanha;
  • macarronada;
  • feijoada;
  • pirão;
  • farofa caseira;
  • pão caseiro;
  • bolos;
  • cucas;
  • compotas e geleias de frutas;
  • pudim;
  • bolinho de chuva;
  • biscoitos caseiros.

Em virtude de tudo o que foi dito, percebe-se que a comfort food pode ser uma oportunidade de surpreender seus clientes e atrair novos consumidores. Como se trata de pratos simples, principalmente, você não terá maiores problemas ao incluí-los no cardápio.

Se você gostou deste artigo e pretende acompanhar mais conteúdos semelhantes a este, aproveite e assine a newsletter da Franco Bachot e não perca nenhuma tendência do mundo gastronômico!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Gastronomia

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Aviso: Nós da Franco Bachot utilizamos de cookies com ferramentas do Google e Facebook para verificar informações e melhorar a experiência de nossos clientes para oferecer melhores produtos e serviços.
Send this to a friend