Conecte-se conosco

Gastronomia

Gastronomia peruana: como ter a atmosfera do Peru em seu restaurante

A gastronomia peruana é uma das grandes tendências no mercado internacional. No entanto, se você pretende apostar no ramo, saiba que oferecer apenas comida aos seus clientes dificilmente será uma boa estratégia. Por isso, é importante conhecer a fundo a cultura do Peru e montar um estabelecimento totalmente condizente com os costumes desse país.

Pensando nisso, preparamos este post. Nele, você encontrará dicas relevantes de como ambientar o seu negócio, fazendo com que ele seja não só um restaurante, mas um local de experiências marcantes e inesquecíveis. 

Quer saber mais a respeito desse tema? Continue a leitura e confira!

Conheça a cultura peruana

Independentemente de você ser um chef que empreende ou apenas um empreendedor, tenha em mente que é preciso ter uma boa dose de contato com a cultura do Peru. Só dessa forma o lado gastronômico funcionará.

Essa medida preventiva evita que você cometa erros de identidade cultural, que são comuns na concepção do projeto. Eles são bastante perigosos e podem prejudicar a sua marca, fazendo com que você perca credibilidade e, por consequência, clientes.

Entenda o país

Situado na América do Sul, seu território faz fronteira com o Brasil (entre outros países) e é banhado pelo Oceano Pacífico. Historicamente, a região abrigou o Império Inca, o maior Estado Sul-americano do período pré-colonização. No entanto, nem só de Machu Picchu e dos Andes vivem os peruanos.

Além do turismo histórico e natural, a economia é muito movimentada pela pesca e pela agricultura. Esses dois últimos elementos, aliás, já dão uma ideia dos motivos que fazem a culinária local ser tão visada. A imensa variação climática e de altitude também funcionam como temperos para a criatividade gastronômica.

Festas e rituais populares, bem como músicas e danças típicas, ajudam a entender melhor a cultura do povo peruano. Entre elas, vale destacar a zamacueca, o festejo, a diablada e o huayno. 

Faça uma ambientação adequada

Munido de informações culturais, você já está apto a esboçar as primeiras ideias para projetar um restaurante encantador. O primeiro passo, é claro, tem a ver com a ambientação, que deve ser temática e fazer referências à cultura na qual está inserida essa gastronomia. 

Nesse sentido, aposte na comunicação visual. Ela está presente em tudo aquilo que diz respeito ao seu estabelecimento: site, redes sociais, blogs, folders, entrada, recepção, móveis, decoração e assim por diante.

Pense que o cliente, ao entrar em seu restaurante, deve ter contato com elementos que remetam ao Peru. Para causar esse efeito, você não necessariamente precisa se valer de estereótipos e associações óbvias, como o já citado Machu Picchu.

Sendo assim, inspire-se em vídeos e fotos das celebrações locais, veja depoimentos de pessoas que vivem por lá e procure por blogs com relatos de viagens. Aos poucos, você terá um rico acervo de cores, formas e símbolos que possam agregar valor ao seu empreendimento. 

Atente-se ao mobiliário

A mobília representa uma parte muito significativa do ambiente. Afinal, o cliente precisa ter acesso a boas cadeiras e mesas. Com isso, será possível comer as refeições do jeito mais confortável e, mais do que isso, sentir vontade de permanecer naquele ambiente e indicá-lo a outras pessoas. 

Desse modo, dê preferência aos móveis customizados. Peças desse tipo têm maiores chances de gerar uma identidade única para a sua marca, fazendo com que ela seja facilmente reconhecida. A questão identitária ainda tem um grande potencial de despertar a simpatia dos consumidores.

Cuide da iluminação e dos sentidos

Ambientar também diz respeito à forma de organizar as luzes, assim como definir suas cores e intensidades. Pense, ainda, nos sentidos que vão além do paladar e visão. Quais serão as texturas de suas toalhas, talheres e guardanapos? Qual é a melhor maneira de aproveitar o aroma dos pratos para perfumar o ambiente?

É recomendável que todos esses fatores formem uma combinação perfeita e causem uma sensação incrível no consumidor.

Monte um cardápio com o melhor da gastronomia peruana

Um restaurante temático precisa de uma ambientação à altura. No tópico anterior, você viu algumas das principais dicas para se sair bem nesse quesito. No entanto, estamos falando de um negócio gastronômico. Por isso, é fundamental montar um cardápio que contenha o melhor da cozinha peruana.

Veja, logo abaixo, algumas refeições que conquistam cada vez mais adeptos pelo mundo:

Batata

Sim, pode até soar como surpreendente, mas a batata é um ingrediente presente em diversos pratos tipicamente peruanos. Há como encontrá-la preparada das mais diferentes formas: fritas, assadas, temperadas, cozidas etc.

Milho

O popular cereal de cor amarelada também está presente em diversas receitas do Peru. Ele cabe como acompanhamento, podendo substituir o arroz, e também funciona muito bem como componente de combinações mais sofisticadas.

Ceviche

Trata-se de um prato bastante tradicional para o povo peruano. Suas origens, aliás, remetem aos tempos do Império Inca. Ele geralmente é feito com peixe cru e é preciso mariná-lo em leite de tigre. Antigamente, era temperado apenas com sal e ají, um tipo de pimenta.

O limão, também utilizado para marinar, foi um acréscimo que os colonizadores espanhóis fizeram à receita.

Causa de frango

Outra refeição recheada de muita tradição por estar extremamente ligada à história peruana. Basicamente, a causa é composta de batatas cozidas e amassadas, que são servidas frias junto a um frango desfiado. 

Sua origem é curiosa: era um prato produzido e comercializado com o intuito de ajudar o exército de liberação — espécie de resistência nacional à colonização espanhola. 

Lomo saltado

Apesar da semelhança com um clássico brasileiro, o lomo saltado é uma das mais populares refeições peruanas. Ele é um filé mignon temperado com muito ají, cebola, coentro e pimentão. Geralmente, é servido com batatas fritas, arroz e tomate. 

Esses ingredientes e pratos são marcantes e simbolizam uma boa parte da culinária andina. Porém, existem outras opções que não podem ficar de fora de seu menu. É o caso de:

  • rocoto relleno;
  • pollo a la brasa;
  • cuy;
  • ají de gallina.

Enfim, a gastronomia peruana é rica em sabores e aromas. Capriche na divulgação, na decoração e crie uma atmosfera perfeita para servi-la e dar uma experiência incrível aos seus clientes. 

Se você gostou deste texto, aproveite para seguir nossos perfis nas redes sociais e encontrar outros conteúdos incríveis. Estamos no Facebook, LinkedIn e Instagram!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Gastronomia

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend