Conecte-se conosco

Gestão

Confira 7 dicas de como montar um restaurante vegetariano de sucesso

Comer bem vai além de satisfazer o paladar. Uma alimentação saudável é a receita para uma vida longa. Não é à toa que, nos últimos anos, a popularidade da culinária vegetariana quase dobrou. Uma pesquisa realizada pelo Ibope e divulgada pela Sociedade Vegetariana Brasileira revela que cerca de 29,2 milhões de brasileiros se declaram vegetarianos.

Ou seja, é um mercado em plena expansão e tudo indica que continuará crescendo. Portanto, quem pretende investir nesse segmento pode prosseguir sem medo. Para ser bem sucedido, basta ficar atento às nossas dicas sobre como montar um restaurante vegetariano. Confira!

Qual é a diferença entre restaurantes vegetarianos e veganos?

Um restaurante vegetariano prepara alimentos a partir de grãos, vegetais, cereais e frutas, excluindo carnes bovinas, suínas, aves e peixes. Podem ser também ovolactovegetarianos (utilizam ovos e laticínios) ou lactovegetarianos (não consomem ovos).

O estabelecimento vegano, por sua vez, adota uma dieta um pouco diferente, eliminando a carne e qualquer outro produto de origem animal.

Portanto, deve-se rotular os alimentos como sendo vegetarianos, ovolacto ou lacto, uma vez que uma pessoa vegana não comerá um doce de chocolate comum, por exemplo, que é feito à base de leite.

Como montar um restaurante vegetariano?

Motivação, determinação e as dicas abaixo ajudarão a trilhar o caminho do sucesso. Acompanhe!

1. Pesquise seu público-alvo

Faça uma pesquisa criteriosa em relação à receptividade que esse tipo de negócio terá na região em que pretende instalar o restaurante e defina outros pontos básicos sobre seu público (faixa etária, poder de compra, ou seja, tudo o que envolve a persona).

2. Escolha bem o local

Dê preferência a imóveis que estejam em uma avenida com grande circulação de pessoas e próximos ao centro da cidade.  Em alguns casos, vale a pena focar em bairros específicos, mas avalie bem antes de escolher o seu ponto de funcionamento.

Priorize a facilidade de acesso, a segurança da região, os estacionamentos para os clientes e a visibilidade. Pode ser interessante se instalar nas proximidades de outros restaurantes, pizzarias ou das principais lojas, caso o objetivo seja atender exclusivamente durante o dia.

Outro fator importante é o espaço interno, que deve ser favorável ao funcionamento das operações do negócio. Geralmente, os restaurantes vegetarianos trabalham no modelo self-service. Logo, é necessário preparar o local para esse tipo de serviço.

Também é preciso ter amplo espaço para mesas e cadeiras, além do balcão self-service, dois banheiros, cozinha e até mesmo um pequeno escritório para administrar o novo negócio.

Ficar atento aos aspectos legais e regularizações de acordo com as licenças exigidas é outro ponto essencial. Antes de fechar o contrato, consulte a prefeitura para confirmar se o seu restaurante poderá funcionar no endereço escolhido e verifique as restrições para os planos da Lei de Zoneamento e do Plano Diretor da cidade.

3. Monte um plano de negócios

O plano de negócio é essencial para ter uma visão ampla sobre a empresa e o mercado no qual pretende atuar. O documento define os serviços e produtos que serão oferecidos em seu restaurante, o cardápio etc. Também detalha as finanças e os recursos humanos disponíveis para o desenvolvimento da organização.

Para desenvolver o plano de negócios é necessário reunir todos os investimentos e maquinário, assim como pesquisar o público que frequentará o seu estabelecimento, quem serão seus principais concorrentes e o mercado, entre outros aspectos.

As respostas para as perguntas abaixo ajudarão a compor o seu plano.

  • O que é o negócio?
  • Quais produtos serão oferecidos?
  • Quem serão os principais clientes?
  • Onde ficará a empresa?
  • Qual montante de capital será investido?
  • Qual será o lucro e o tempo estimado para o retorno?

4. Capriche no menu

Tenha sempre uma variedade de alimentos. Afinal, ela é imprescindível para o bom posicionamento de um restaurante desse tipo de cozinha, uma vez que muitas pessoas reclamam que só encontram saladas como diferencial.

Portanto, disponibilize um cardápio diversificado. Inclua, por exemplo, feijoada vegana, sopas, farofas, empadão de berinjela ou palmito, batata-doce, esfihas vegetarianas e outros pratos que contenham proteínas para chamar ainda mais a atenção da sua clientela. Essa é uma boa tática para se destacar no mercado e aumentar as vendas.

5. Conte com uma equipe bem treinada

Montar um restaurante vegetariano demanda uma equipe de colaboradores preparados para atender os clientes. O quadro de funcionários deve contar com os cargos de gerente, nutricionista para montar os cardápios, cozinheiro e ajudantes, garçons, auxiliar de serviços gerais e caixa.

A equipe precisa conhecer esse universo para responder satisfatoriamente às perguntas dos frequentadores e proporcionar uma experiência agradável durante a sua permanência no local. Assim, é importante que participem de treinamentos que forneçam informações sobre o setor, seu público-alvo e composição dos pratos, entre outras coisas.

6. Pense na sustentabilidade

Os restaurantes naturais destacam-se pela oferta de produtos livres de agrotóxicos e outros compostos químicos prejudiciais ao meio ambiente. Por isso, esse tipo de empreendimento é associado à sustentabilidade e à preservação da natureza, oferecendo uma refeição saudável e ecologicamente correta aos clientes.

Como resultado das decisões de compra do restaurante vegetariano, a indústria pode minimizar alguns efeitos negativos da produção, privilegiando a agricultura familiar e os alimentos orgânicos, por exemplo.

7. Acerte na escolha dos móveis

A mobília permite criar um ambiente acolhedor, agradável e moderno, sendo que a madeira é um material bastante versátil por se adequar perfeitamente aos mais diversos tipos de decoração. Também se destaca pela sintonia com as práticas ecologicamente corretas, além de ajudar a compor um design atemporal.

A Franco Bachot, empresa especializada em móveis para o setor gastronômico, confecciona mesas, cadeiras, banquetas, poltronas e outros móveis de diversos tamanhos e formas. A marca produz variedade de modelos que são distribuídos pelas linhas Mondiale Classic e Trends, Diplomat e L’Avenir.

Agora ficou fácil saber como montar um restaurante vegetariano e pensar nas características do mobiliário ideal. Ter cuidado com cada detalhe é importante para proporcionar uma experiência memorável ao seu público-alvo.

Gostou do post? Que tal começar a definir os petiscos veganos para servir aos clientes? Boa leitura!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook

Mais em Gestão

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend