Connect with us

Gestão

Afinal, como fazer uma correta gestão de bar? Descubra!

Você está pensando em empreender no setor? Então saiba que é necessário fazer uma boa gestão de bar para prosperar. Afinal, por trás de todo estabelecimento de sucesso, há sempre uma administração impecável.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Sebrae sobre a sobrevivência das empresas no Brasil, a gestão do negócio está entre os fatores determinantes para a continuidade ou mortalidade das empresas. Dados do estudo mostram que 51% dos empreendedores sobreviventes se capacitaram para administrar o negócio, mas apenas 34% dos que fecharam as portas fizeram o mesmo.

Para não entrar nas estatísticas das empresas que declararam falência, você precisa acompanhar as dicas que apresentamos a seguir. Continue a leitura e veja como fazer uma boa gestão de bar!

Estude o mercado

Uma boa gestão de bar começa bem antes da inauguração do estabelecimento. O estudo de mercado serve para determinar a viabilidade do negócio. Afinal de contas, não adianta abrir um bar descontraído em um local onde o público é mais conservador, por exemplo.

Portanto, o primeiro passo é estudar todas as variáveis que podem interferir nos resultados da empresa:

  • barreiras de entrada;
  • perfil dos clientes;
  • tendências de consumo;
  • necessidades do mercado;
  • concorrência;
  • fornecedores.

Essa pesquisa é fundamental para identificar oportunidades e descartar ideias que não têm potencial de sucesso. Além disso, o estudo de mercado fornece dados valiosos sobre o comportamento dos clientes. Ao conhecer os desejos e necessidades deles, você sabe como agradá-los.

No entanto, tão importante quanto conhecer o consumidor, é saber o que os concorrentes estão fazendo. Dessa forma, é possível identificar ameaças e desenvolver diferenciais competitivos para destacar o seu negócio.

Crie um bom plano de negócios

Você já ouviu a expressão “tirar a ideia do papel”? O termo é muito utilizado para representar a concretização do sonho de abrir um negócio próprio. No entanto, na maioria das vezes, essa ideia nem sequer foi colocada no papel antes de empresa começar a operar.

Lembra daquela pesquisa do Sebrae? Ela também revelou que os negócios que se mantiveram no mercado gastaram cerca de 11 meses com o planejamento. Por outro lado, as empresas inativas utilizaram apenas 8 meses.

Pular essa etapa é um erro muito comum e, por essa razão, muitos empreendimentos fecham as portas antes de completar 2 anos de funcionamento. Por isso, vale ressaltar que o planejamento é a palavra-chave para uma boa gestão de bar.

O plano de negócios é uma espécie de guia para estruturar e nortear todas as estratégias da empresa. Esse documento precisa contemplar:
  • nome do bar;
  • proposta de valor: o que diferencia o seu bar dos demais;
  • missão, visão e valores;
  • atividade-chave: bar temático, dançante, petiscaria etc. Nesse momento, você deve definir também os tipos de comidas e bebidas que serão servidas.
  • canais de venda: atendimento no balcão, assistência nas mesas, televendas, delivery por aplicativos, entre outros;
  • recursos materiais e humanos necessários: estrutura física, mobília e pessoal;
  • planejamento financeiro: investimentos fixos, pré-operacionais e capital de giro.

Após estruturar o plano de negócios, você tem informações concisas e bases sólidas para colocar a sua empresa para funcionar.

Estabeleça processos

Como funciona o dia a dia de um bar? Compras, controle de estoque, recebimento de mercadorias, limpeza, pagamentos, atendimento, gerenciamento da equipe e a lista de afazeres nunca acaba.

Como lidar com tudo isso sem organização e processos bem definidos? Não tem jeito! Uma gestão eficiente precisa mapear todos os processos, sistematizar e padronizar as atividades dentro da empresa.

Para otimizar os recursos, parte das tarefas podem ser automatizadas com a ajuda de softwares de gestão. Esses sistemas facilitam o controle de pagamentos, recebimentos, estoque etc.

Além disso, é necessário atentar a todas as tendências tecnológicas e adotar soluções inovadoras para melhorar os processos. Os cardápios digitais, por exemplo, ajudam o fluxo de pedidos, eliminam erros, evitam o desperdício e garantem lucros para o negócio.

Ofereça produtos e serviços diferenciados

Uma boa gestão de bar consiste em um conjunto de ações que garantem o sucesso do negócio. Por isso, todas as dicas anteriores seriam inúteis sem produtos e serviços de qualidade.

Nesse contexto, comida boa e bebida gelada são itens obrigatórios, mas não devem ser as únicas preocupações do estabelecimento. Afinal de contas, para se destacar, você precisa ir além do básico. Portanto, inove nos preparos e disponibilize algo novo que nenhum concorrente oferece.

Porém, tão importante quanto a qualidade e ousadia dos pratos, é o atendimento ao cliente. O consumidor moderno está cada vez mais exigente e uma boa assistência pode se tornar o grande diferencial do seu negócio. Por isso, não se esqueça de investir também na qualificação dos funcionários.

Encontre bons fornecedores

Para garantir a lucratividade do negócio, é necessário buscar os melhores preços e condições de pagamento. Entretanto, o valor dos produtos não pode ser fator determinante para a escolha do fornecedor.

Imagine que o bolinho de bacalhau é o carro-chefe do seu negócio. Se você troca o fornecedor da matéria prima, corre o risco de alterar o sabor do prato. Essa mudança pode não ser bem aceita e você acaba perdendo clientes por causa da queda na qualidade.

Preço baixo nenhum compensa esse dano de credibilidade, não é mesmo? Por isso, preze pela qualidade dos produtos, valorize os fornecedores que cumprem o combinado e mantenha um bom relacionamento com eles. Uma boa parceria pode render descontos excelentes sem sacrificar a qualidade dos itens necessários.

Conquiste os clientes

Quando alguém sai de casa para ir a um bar, a pessoa não quer apenas comer e beber. O cliente quer relaxar e esquecer os problemas do dia a dia. Por isso, você precisa proporcionar experiências únicas a ele para garantir que aquele momento vire uma lembrança positiva.

Um ambiente agradável e acolhedor tem papel fundamental nessa percepção. Decoração, iluminação, móveis, atendimento, limpeza, custo-benefício, entre outros fatores interferem nesse bem-estar.

Por isso, invista em mobília de alto padrão para melhorar a experiência do consumidor e garanta que cada detalhe do espaço seja aconchegante. Dessa maneira, você agrada o cliente e ainda garante que ele volte ao seu estabelecimento mais vezes.

Enfim, uma correta gestão de bar é essencial para destacar o seu empreendimento. No entanto, não pule nenhuma etapa! Afinal, planejar e estudar o mercado são passos indispensáveis para dar bases sólidas e garantir que seu negócio prospere. Siga todas as dicas e veja os resultados na prática.

Entendeu como administrar seu negócio corretamente? Então continue se informando e confira também o artigo que dá dicas sobre como acertar na escolha das banquetas para o seu bar.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Facebook

More in Gestão

Send this to a friend