Conecte-se conosco

Gestão

Saiba como investir para qualificar funcionários de bares

Seus pratos podem ser bem apresentados, a bebida geladíssima e o ambiente muito confortável e aconchegante. No entanto, quando o atendimento não acompanha o mesmo nível de qualidade, prejudica a satisfação do cliente. Por isso, é fundamental investir em qualificações para funcionários de bares e restaurantes.

Dentro desses ambientes, a equipe faz total diferença. Ela é a responsável por estabelecer e nutrir as relações interpessoais — no momento em que cada pessoa chega, pede, consome, paga e vai embora. Qualificados, os funcionários potencializam seu negócio por meio da fidelização de clientes.

Para desfrutar desse e de outros benefícios, continue a leitura e saiba como investir em qualificações para funcionários de bares e restaurantes.

Identifique as necessidades do seu estabelecimento

O primeiro passo a ser dado nessa jornada em busca da qualificação da sua equipe é a identificação das necessidades do estabelecimento. Nessa etapa, é fundamental que você identifique com clareza as expectativas dos consumidores que precisam ser alcançadas, e observe o modo como seus funcionários se relacionam com tais questões. Acompanhe alguns atendimentos do início ao fim.

O seu objetivo não é o de corrigir imediatamente qualquer falha identificada. Caso seja necessário intervir, vá em frente! Contudo, deixe o profissional trabalhar o mais à vontade possível para encontrar seus pontos fortes e de melhora. Anote tudo em um relatório, pois isso será a base do seu planejamento.

Você também pode conversar com os clientes e pedir que eles façam uma avaliação do atendimento e da experiência que tiveram em seu bar ou restaurante.

Planeje as qualificações para os seus funcionários

Depois de fazer o exercício de observação e coleta de dados, seu próximo passo deve ser a elaboração do planejamento que envolve a qualificação da equipe. Baseado nos problemas identificados, agrupe-os em categorias para agir de modo eficaz em cima de cada um.

As situações que envolvem o atendimento direto ao público devem ficar em um grupo, enquanto os problemas de limpeza, pedidos feitos à cozinha e preparo dos alimentos devem ser colocados em outros grupos distintos. Depois que fizer essa separação, chame as equipes para conversar.

Aproveite a oportunidade para pedir críticas e sugestões. Ouça atentamente o que todos têm a dizer e considere os pontos levantados por eles no seu planejamento.

Padronize a abordagem e a postura no atendimento

Coloque-se no lugar do cliente e lembre-se daquele bar ou restaurante no qual você foi muito bem atendido. Agora imagine que retornou e recebeu um atendimento diferente, mais frio e com processos nada parecidos com aqueles que causaram o encantamento inicial. Você vai ficar com uma sensação estranha, não é?

Essa sensação se deve à falta de padronização da abordagem e da postura no atendimento — um dos primeiros pontos a ser investido em sua equipe. Crie rotinas para que todos cumpram. Quem recebe o público deve saber o momento de cumprimentar, o modo de organizar e limpar a mesa e como falar com as pessoas.

Basta lembrar daqueles restaurantes onde quem serve se apresenta, conduz todos até a mesa, traz o couvert, faz sugestões em momentos oportunos e deixa o cliente à vontade para escolher o que comer.

Incentive o aprendizado de outros idiomas

A recorrente desvalorização do Real e o potencial turístico do nosso país são fatores que convidam o estrangeiro a conhecer o Brasil. E por mais que os povos de outros países reconheçam a nossa população como calorosa e hospitaleira, o atendimento em um restaurante não pode ser resolvido apenas por mímica ou Google Translate.

Sendo assim, incentive sua equipe a aprender outros idiomas — pelo menos inglês ou espanhol. Uma comunicação mais fluida tende a causar uma boa impressão, deixando o turista mais à vontade no seu estabelecimento — inclusive para consumir.

Lembre-se de que as pessoas compartilham boas e más experiências em suas redes sociais. Ao oferecer um atendimento bilíngue, os estrangeiros podem indicar seu estabelecimento para outras pessoas.

Qualifique os diferentes setores do bar ou restaurante

O atendimento do seu bar ou restaurante não é o único que deve ser qualificado. Lembre-se de que a experiência do consumidor é composta pelo equilíbrio correto entre todos os setores do estabelecimento. Sendo assim, encontre cursos para os demais profissionais da casa.

Você precisará de profissionais devidamente qualificados como baristas, treinados para preparar diferentes tipos de bebidas com café. Outros podem receber a qualificação de bartender, que envolve o preparo de drinques e coquetéis, tanto os tradicionais quanto os modernos.

E você, juntamente com quem o ajuda na administração do estabelecimento, pode aprender mais em um curso de gestão para bares e restaurantes.

Reforce a importância do profissionalismo

Ao mesmo tempo em que você busca qualificar sua equipe, é importante reforçar a importância do profissionalismo entre todos. Seu estabelecimento é um ambiente de trabalho, cujo foco está em agradar ao cliente — o responsável pela existência da casa. Por isso, reforce alguns pontos com os profissionais.

Lembre-os de agir sempre com discrição, respeitando os consumidores e os demais colegas de trabalho. Durante o atendimento, a paciência e a honestidade devem prevalecer. Seus funcionários jamais devem prometer o que o bar ou o restaurante não podem cumprir. Isso ajuda a tornar mais fácil a comunicação entre todos.

No dia a dia, outros aspectos devem ser abordados. Entre eles, a pontualidade e o comprometimento com a satisfação do cliente.

Busque parceiros especializados na formação de equipes

Pode não ser uma tarefa fácil colocar em prática o plano para investir na qualificação dos profissionais do seu bar ou restaurante — principalmente quando não há experiência ou disponibilidade de tempo. Se esse for o seu caso, busque parceiros especializados nessa área.

Existem consultorias focadas na qualificação de equipes para bares e restaurantes, com experiência para lidar com os problemas identificados e elaborar, o mais rápido possível, um planejamento para resolvê-los. Esse tipo de consultoria também pode ser acionada no início, ajudando a identificar os pontos necessários.

Outro benefício de contar com parceiros especializados é que eles também promovem o processo de treinamento de novos funcionários e a reciclagem dos mais antigos — nivelando todos no mesmo patamar de qualificação desejável.

Investir em qualificações para funcionários de bares e restaurantes é um passo importante a ser dado no processo de consolidação e crescimento do seu estabelecimento. Esse investimento aproxima sua equipe das necessidades e expectativas dos clientes, fidelizando-os e maximizando assim o potencial do negócio.

Compartilhe este artigo em suas redes sociais e grupos de discussão. Marque outros proprietários de bares e restaurantes para que eles também saibam a importância de investir na qualificação de funcionários!

 

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: 6 dicas práticas para tornar seu restaurante mais atrativo – Blog Servir com Requinte | Franco Bachot Móveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook

Mais em Gestão

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend