Conecte-se conosco

Gestão

Sazonalidade na hotelaria: 7 dicas para lidar corretamente

A sazonalidade na hotelaria é uma das maiores preocupações dos gestores, e não é à toa. Afinal, manter uma taxa de ocupação alta, mesmo em períodos de baixa temporada, é um dos grandes desafios do setor.

Nesses períodos, as entradas são bastante reduzidas, mas grande parte dos custos — como energia e mão de obra, por exemplo — continuam os mesmos. Logo, isso pode ser um problema.

Por sorte, com boas estratégias é possível, sim, atrair mais pessoas nos períodos de menor movimento e aumentar o faturamento nesses meses críticos. E é justamente isso que veremos neste post! Está pronto? Continue lendo para conferir.

Afinal, como lidar com a sazonalidade na hotelaria de forma rentável?

Já é sabido que o mês de maio registra o pior desempenho dos resorts no Brasil, sendo que a maioria deles não consegue uma ocupação acima de 40% nesse período. Enquanto isso, os hotéis corporativos sentem esse efeito nos meses de dezembro e janeiro, quando a ocupação gira em torno de 55,81%.

Essa fase, contudo, ainda varia de acordo com o clima, a região e até o momento econômico do país. Então, pensando nas particularidades do seu negócio, é preciso adotar algumas estratégias para lidar corretamente com esses fatores.

Se você quer atrair clientes nesse período de baixa movimentação, precisa agir o ano inteiro. Intensificar o relacionamento com o cliente, investir em uma programação variada, captar eventos e fazer parcerias são algumas estratégias recomendadas por especialistas.

A seguir, veremos 7 delas com detalhes, para aumentar a ocupação do seu empreendimento e fugir de prejuízos.

1. Defina qual é a baixa temporada para o seu hotel

O primeiro passo para se planejar para os períodos de pouca movimentação é definir quando é a baixa temporada do seu negócio. Então, analise os períodos anteriores para entender quais são as épocas de maior e menor ocupação.

Avalie, inclusive, a situação econômica atual. Se o país está em crise, por exemplo, é possível que o poder de consumo do seu cliente diminua. Logo, ainda que você tenha um bom desempenho nos mesmos períodos do passado, pode ser que tenha um resultado diferente agora.

2. Conheça bem cada cliente que se hospeda em seu hotel

Conhecer o perfil do consumidor é um fator-chave para qualquer negócio, por isso, realize pesquisas com os clientes do seu hotel ou pousada. É importante que isso seja feito tanto nos períodos de alta temporada quanto nos de baixa. Assim, você pode identificar o perfil de cada um deles, e observar se quem ficou durante uma temporada voltaria em outra.

Esforce-se também para saber quais clientes ficaram mais satisfeitos, e reforce o seu relacionamento com eles. Você pode enviar um e-mail, falando sobre uma promoção em baixa temporada, por exemplo. Com isso, eles estarão mais dispostos a se hospedar novamente no seu hotel.

Para os clientes que ficaram descontentes por algum motivo, ofereça uma condição especial para que eles voltem no período de menor ocupação e tenham a chance de fazer uma nova avaliação do seu hotel.

3. Entenda quem é o seu público de baixa temporada

O fato de o seu hotel ter poucos hóspedes também pode ser um atrativo para alguns clientes. Por isso, entender quem são essas pessoas que gostam de se hospedar em um hotel mais vazio é de extrema importância para direcionar suas ações de marketing.

Faça uma pesquisa com a clientela que se hospedou em períodos de baixa temporada anteriores. Essa é a melhor forma de conhecer os seus hábitos, possibilitando o planejamento de promoções e ações mais específicas para eles.

4. Adapte-se ao calendário de eventos da sua região

Esteja atento aos festejos que acontecem em sua região, principalmente na baixa temporada. Entendendo quem é o público dos eventos em questão, você pode adaptar o seu negócio para recebê-lo.

Outra tática interessante é realizar parcerias com os organizadores dos eventos próximos, para que promovam o seu hotel. Em contrapartida, você pode oferecer algo em troca, como por exemplo, divulgar o evento ou alguma condição especial aos participantes.

Um exemplo disso é o Hotel Beira Mar Ipanema, localizado a poucos metros do mar e tem acesso privilegiado às principais atrações do estado catarinense, como o Parque Beto Carreiro World (45 km), Balneário Camboriú (15 km), Florianópolis (60 km) e Blumenau (70 km). Terceiro polo turístico de Santa Catarina, o hotel sente bem os efeitos da sazonalidade.

Dependendo do modelo de negócio do hotel ou pousada, apostar nos grupos da melhor idade e até mesmo em um restaurante aberto ao público com ações de marketing direcionadas à população local, podem ser uma ótima estratégia.

5. Sedie eventos

Ao verificar o período de baixa temporada no seu empreendimento, por que não promover você mesmo um evento e atrair clientes? Para isso, leve em consideração o perfil dos seus hóspedes, região e época.

Também é interessante deixar o seu hotel à disposição de outras empresas, para realizarem suas comemorações, workshops etc. Preferencialmente, negocie parcerias para que os participantes fiquem hospedados com você e a estrutura do evento utilize os seus serviços (jantares, garçons etc.).

Ao oferecer um excelente atendimento, o seu hotel será sempre lembrado, o que pode resultar até em uma grande oportunidade de negócios futuros.

6. Mantenha sempre uma boa relação com os hóspedes

Tratar com excelência cada hóspede que entra no seu hotel é fundamental para que eles voltem e recomendem o seu espaço para amigos e familiares. E isso faz toda a diferença na hora de alguém escolher entre um hotel descoberto na internet e o seu, por exemplo.

Pensando nisso, peça para seus clientes avaliarem a sua hospedagem em sites de reservas, como o TripAdvisor e Booking.com. Quanto mais depoimentos positivos você tiver nessas plataformas, mais chances o seu hotel terá de se escolhido por novos clientes.

Outra estratégia interessante é enviar e-mail marketing para manter o relacionamento com o seu público durante todo o ano. Assim, é possível:

  • fazer promoções,
  • oferecer brindes;
  • pedir a opinião dos clientes;
  • fornecer dicas de roteiros e atrações da região;
  • pedir desculpas, em eventuais casos de reclamação.

7. Atraia influenciadores e blogueiros de viagem e turismo

O poder de influência dos blogs de viagem e turismo no Brasil também pode ser decisivo para sua estratégia. Estar no radar desses canais é uma forma de conseguir divulgação e gerar engajamento.

Uma boa opção é promover encontros com blogueiros para alavancar o hotel, principalmente na baixa temporada. Antes, porém, analise com cuidado o perfil dos blogs encontrados e verifique qual deles se encaixa com o público-alvo que você pretende conquistar.

Esses profissionais da internet tem a capacidade de se comunicar com milhares de pessoas de todos os perfis e, ao promover ações com influenciadores e blogueiros que se adequam ao perfil do seu público, você poderá atrair mais hóspedes.

Enfim, com estas dicas, é bastante provável que você consiga não só driblar a sazonalidade na hotelaria, mas atrair ainda mais clientes e gerar receitas para manter o seu hotel em plena atividade ao longo dos 12 meses. Agora, basta colocá-las em prática!

Gostou do nosso post? Então, aproveite a visita para conferir também o artigo sobre como entender e atender cada perfil de hóspede!

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook

Mais em Gestão

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend