Conecte-se conosco

Decoração

Conheça as vantagens dos restaurantes com área infantil

Encontrar um restaurante com área infantil é o desejo de um número crescente de pais que não querem abrir mão de um almoço ou jantar fora de casa. Sabemos que controlar as crianças não é uma tarefa fácil e o programa deve ser pensado para que todos aproveitem.

Assim, é importante investir em boas estratégias para cativar os pais e criar clientes fiéis. Pensando nisso, preparamos este artigo com dicas essenciais para ajudar a criar um espaço kids fenomenal. Confira!

O que é necessário para montar um espaço para crianças?

Os detalhes são cruciais para lidar com esse público espontâneo e ativo. Confira a seguir o que considerar.

Estrutura

Ter um espaço destinado especificamente para entretenimento e recreação infantil é o ideal. Assim, você não precisa se preocupar quando a criança quiser correr de lá para cá, pular e improvisar brincadeiras. Isso evita que ela incomode outros clientes e até mesmo cause um acidente.

Portanto, apostar em brinquedos com monitores especializados para cuidar das crianças é uma boa estratégia para atrair quem não abre mão dessa comodidade.

Monitores

Contar com monitores treinados é fundamental nesse tipo de atividade. Além disso, é importante que eles tenham paciência e imponham respeito sem ser autoritários.

Também é recomendado deixar que as crianças interajam umas com as outras, o que pode render vínculos de amizade para além do restaurante.

Diferencial

Uma espaço kids é um grande diferencial se o seu restaurante recebe famílias. Os clientes com crianças não pensarão duas vezes ao escolher o seu estabelecimento em vez de outro que não tenha essa opção.

Cobrar ou não por esse diferencial é uma dúvida que passa na cabeça dos empreendedores. A regra é não cobrar, pois o restaurante é um estabelecimento para venda de bebidas ou alimentos. O entretenimento, portanto, é uma oferta; afinal, o parquinho, a brinquedoteca ou o espaço kids não constituem outras empresas.

No entanto, existem casos que justificam a cobrança. Quando se estende a estrutura do local ou são colocadas monitoras e recreadoras à disposição, por exemplo, a cobrança é plausível. Caso seja possível aproveitar o parquinho sem utilizar os serviços do restaurante, o serviço deve, sim, ser cobrado.

Dicas para um ambiente acolhedor

Bons exemplos de espaços para crianças aproveitarem o momento das refeições com os pais não faltam. Uma rede de restaurante em Porto Alegre, por exemplo, oferece recreação com monitores que ficam com o telefone dos pais caso uma comunicação seja necessária. Considerado um dos melhores da cidade, o espaço kids comporta um colorido supermercado com brinquedos de plástico, carrinhos de compras, casinhas de boneca, livros e atividades infantis.

Uma segunda unidade, bem maior, disponibiliza um pula-pula, enquanto a terceira casa da rede possibilita que os pais acompanhem os filhos por câmeras em um aparelho de TV (circuito interno) enquanto os pequenos recebem um colete com um número de identificação.

Veja alguns exemplos para colocar em prática.

Minicozinha

Minicozinha, cantinho de leitura e teatrinho, além do menu kids, são algumas opções oferecidas por um restaurante que optou por uma parceria com uma escola de Educação Infantil para oferecer um espaço monitorado por pedagogas.

Cenário de floresta

Cenário de floresta, fantasias, brinquedos e fliperama são algumas atrações que contribuem para criar um ambiente lúdico para os clientes mirins e atrair muitos pais.

Filmes

Que tal apostar em um espaço para exibir filmes e decorá-lo com os temas do universo cinematográfico, com personagens destinados ao público infantil? A animação, literalmente, estará garantida.

Casinha de madeira

Outra sugestão para agradar aos pimpolhos é providenciar uma fachada de casinha de madeira e um espaço kids com geladeirinha, fogão, panelinhas e piscina de bolinhas.

Horta

Se você tem um bom espaço externo, por que não investir em uma horta e uma loja para incentivar as crianças a cuidarem do meio ambiente e a cultivarem seus próprios alimentos?

Biblioteca ou brinquedoteca

Uma biblioteca — ou brinquedoteca — espaçosa e lúdica, onde as crianças possam até desenhar nas paredes, é outra alternativa que promete resultar em bons negócios. Aposte em materiais de artes, jogos e brinquedos para estimular a brincadeira.

Camarim

Espaço com tapete EVA, desenhos na televisão, brinquedos e camarim com maquiagem, esmalte e enfeites para as meninas, supervisionado por monitores, é uma excelente estratégia para manter os pequenos entretidos.

Área ao ar livre

Uma área externa com árvores, flores e plantas por si só já é uma boa opção para as crianças curtirem o momento tanto quanto os pais. Se esse for o seu caso, pode investir em um balanço à moda antiga e outros recursos que propiciem uma boa experiência ao ar livre.

Quadro negro

Paredes revestidas de um grande quadro negro para que os pequenos artistas possam se expressar, além de mesinhas e brinquedos educativos, têm sido bem exploradas por alguns restaurantes preocupados com esse público.

Percepção culinária

Já que estamos em um restaurante com área infantil, por que não aproveitar a infraestrutura para promover um espaço que estimule e desperte a curiosidade das crianças em relação aos alimentos? As aulas de culinária proporcionam um momento de concentração. No entanto, para os pequenos, lidar com a preparação da comida significa diversão.

Também é possível trabalhar diversos conteúdos curriculares correlacionados à alimentação saudável. As crianças podem estudar temperos e especiarias e realizar atividades significativas com a complexidade apropriada a cada turma de Educação Infantil, por exemplo. A cada mês, um novo tema pode ser explorado: culinária espanhola, francesa, asiática, natural etc.

A atividade propicia pesquisar de onde esses alimentos vêm e como chegam às mesas, bem como conhecer o que estão preparando e comendo. Além de ampliar o vocabulário das crianças, a atividade pode aumentar seu repertório cultural e promover seu desenvolvimento e aprendizagem.

Aspectos importantes do mobiliário infantil

O mobiliário infantil é um fator muito importante para ajudar a compor a ambientação agradável e apropriada ao público dessa faixa etária. A preocupação com a qualidade desses artefatos deve ser redobrada. Afinal, podem resultar em uma queda e até machucar uma criança.

Os móveis de um restaurante com área infantil devem ter características especiais, como tamanho e cores para se adequarem às necessidades do negócio. Esses são alguns aspectos que devem ser considerados ao escolher o mobiliário do seu espaço. Além do visual, certamente importante, é necessário atentar para a durabilidade, funcionalidade e responsabilidade ambiental do fornecedor.

A Franco Bachot é uma especialista na fabricação de móveis para ambientes comerciais como bares e restaurantes. Fundada em 1982, a empresa conhece bem o segmento gastronômico. Atualmente, tem mais de 200 itens distribuídos em 3 linhas de produtos: Mondiale, Diplomat e L’Avenir.

São mais de 20 mil estabelecimentos atendidos ao longo dos 37 anos de história — e o número só cresce. Quer conhecer mais sobre a empresa? Entre em contato e solicite um orçamento.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook

Mais em Decoração

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend