Conecte-se conosco

Destaque

Especial COVID-19 – Passo a passo: veja como montar um cronograma de limpeza no restaurante

Com a chegada do COVID-19, vírus altamente contagioso, o Brasil e o mundo todo enfrentam uma grande crise. O cenário atual é assustador e medidas higiênicas estão sendo cada vez mais mencionadas por todas as mídias sociais e inclusive o governo tem solicitado a cooperação de todos no combate a essa pandemia.

Para que os restaurantes e todos os estabelecimentos do segmento alimentício possam continuar atendendo a população, é necessário que eles montem um cronograma de limpeza. Com os cuidados redobrados, os pedidos dos clientes podem ser entregues e estes vão continuar saudáveis.

Deseja saber como montar um cronograma de limpeza no restaurante? Continue a leitura e descubra como garantir uma limpeza impecável!

Passos para montar um cronograma de limpeza no restaurante

De maneira geral, a limpeza sempre deve ser realizada ao final das atividades diárias. Mas agora, com o novo Coronavírus, o ideal é higienizar os locais com mais frequência.

Ao elaborar um cronograma de limpeza para o seu restaurante em época de COVID-19, a sua programação de higienização da cozinha e dos utensílios fica mais fácil de ser realizada. Veja abaixo quais são esses passos.

Escolha os produtos de limpeza certos

O Manual de Conduta da ANVISA traz algumas instruções referentes aos produtos de limpeza para donos de restaurantes e demais estabelecimentos que trabalham preparando alimentos. Todo cuidado é pouco quando a alimentação está envolvida, pois uma simples atitude de usar o mesmo recipiente de produto para limpar banheiros e cozinha pode causar sérios problemas de contaminação por germes e bactérias.

O ideal é etiquetar e manter os recipientes em locais separados. É de extrema importância escolher bons produtos. Para isso, atente-se aos pontos abaixo antes de comprá-los:

  • verifique a marca;
  • olhe o prazo de validade;
  • analise a certificação do item.

Uma dica boa é a não pensar somente em pagar pouco pelo produto. Os bons desinfetantes podem evitar o contágio do Coronavírus por todas as pessoas, que podem ser os seus funcionários, clientes ou você que também frequenta o seu próprio restaurante.

Determine as prioridades de limpeza

Determinar quais são as prioridades de limpeza para cada momento do dia é primordial. Itens que são mais utilizados de maneira comunitária necessitam de maior cuidado, tais como:

  • copos;
  • xícaras;
  • talheres;
  • pratos;
  • mesas;
  • cadeiras e bancos.

Se forem utilizados, devem ser limpos quantas vezes for preciso ao longo da jornada de trabalho, para que não haja problema quanto à transmissão do COVID-19 e outras bactérias. Outros equipamentos que são utilizados nos restaurantes necessitam de maior atenção na hora da limpeza. São eles:

  • coifa;
  • chapa.

Os dois itens acima devem ser limpos semanalmente e com produtos especiais para remover gorduras e outras sujeiras que possam causar acidentes, como incêndios.

Cheque os equipamentos

Após fazer a limpeza em todos os maquinários da cozinha e de toda área do restaurante, verifique se todos os equipamentos estão funcionando corretamente. É importante lembrar de que cada aparelho tem uma maneira correta de ser limpo.

Não deixe de fazer uma vistoria em todos os equipamentos de limpeza e de proteção individual para que os seus funcionários não venham a sofrer acidentes de trabalho enquanto realizam a higienização dos itens e dos locais dentro do estabelecimento.

Separe os utensílios por cor

Separar os utensílios por cor é relevante, pois usar o mesmo pote, panela ou forma para manipular alimentos crus ou prontos para o consumo pode transferir microrganismos prejudiciais à saúde de seus clientes. Efetue a separação das cores de utensílios pelo tipo de alimentos que será trabalhado ou armazenado em cada um.

Guarde as tábuas de cortar legumes, que podem ser verdes, separadas das de cortar carnes, que podem ser vermelhas, e assim sucessivamente. Esse sistema de codificação de cores é eficaz para dar apoio às boas práticas do setor alimentício — sendo que pode diminuir bastante a contaminação cruzada.

Todos os funcionários do estabelecimento devem estar familiarizados com as regras da separação das cores e o mais importante é que o sistema adotado deve ser universal no seu restaurante.

Faça um checklist de tarefas

Preparar um checklist de tarefas de limpeza, além de manter a rotina organizada em seu restaurante, também vai servir para aumentar o grau de eficiência dos trabalhos são realizados. Afinal de contas, nenhum funcionário vai perder tempo realizando a mesma tarefa duas vezes, certo?

Evite contaminações

Para que não haja contaminação cruzada entre alimentos a serem ofertados, guarde todos eles em locais separados. Os recipientes e as panelas também devem ser separados e cuidadosamente higienizados.

Um exemplo de público que não pode de jeito algum ingerir alimentos feitos com o uso de colheres ou itens que foram anteriormente utilizados para preparar alimentos com glúten são as pessoas celíacas.

Outros cuidados a serem tomados são:

  • lavar todas as frutas quando forem trazidas do mercado;
  • descartar sacolas plásticas;
  • usar luvas para servir o público-alvo e para preparar a comida.

Esses cuidados devem ser tomados por todos os profissionais que trabalham no restaurante, visto que somente assim contaminações serão evitadas.

Defina os prazos

Um importante passo a ser dado é o de definir prazos para que as tarefas de limpeza sejam realizadas. Mesas, utensílios, quiosques, cadeiras, louças — ou seja, toda a cozinha — devem ter prazos estipulados para ser limpos.

Isso é necessário por que o vírus é transmitido por meio de gotículas de saliva ou via tosse e espirro das pessoas e o COVID-19 pode sobreviver dias em uma superfície. Veja a seguir alguns exemplos de prazos que podem ser estipulados no cronograma do seu estabelecimento.

Diariamente

Os utensílios que são usados para preparar os alimentos e que devem ser limpos diariamente são:

  • panelas;
  • copos;
  • talheres;
  • pratos.

Todos esses itens deverão ser limpos com água e sabão. Em seguida, devem ser higienizados e esterilizados com água fervente. Se desejar, use álcool 70% para garantir a esterilização.

O chão e os banheiros também devem ser limpos todos os dias, tanto durante o horário de funcionamento como após o término do expediente do restaurante. O ideal é limpar com água sanitária e álcool, já que esses locais são importantes aliados no combate ao COVID-19.

Semanalmente

A limpeza que pode ser feita semanalmente engloba itens como:

  • fornos;
  • fogões;
  • fritadeiras;
  • geladeiras e outros maquinários.

Todos eles devem ser lavados com água corrente e sabão. Após, pode-se jogar água fervente sobre os mesmos. Dessa forma os restos de comida não vão ficar acumulados e a contaminação de alimentos vai ser evitada.

Mensalmente

Algumas áreas que não estão sendo tocadas por clientes nesse período, podem ser limpas apenas uma vez por mês. Não menos importante, mas com menor taxa de contaminação, esses ambientes devem ser higienizados para que não fiquem cheios de gordura e alimentos. Entre eles estão:

  • paredes;
  • teto.

Enfim, montar um cronograma de limpeza para o restaurante é indispensável para evitar o contágio pelo Coronavírus. Siga as nossas instruções e monte o seu para passar tranquilamente e sem intercorrências por esse período desafiador.

Não deixe de demonstrar ao seu cliente as medidas de higiene que estão sendo tomadas. Assim, ele vai se sentir mais seguro ao comer ou encomendar um lanche do seu estabelecimento e pode indicar o local para os amigos.

Achou interessante o nosso passo a passo para montar um cronograma de limpeza em restaurante? Assine a nossa newsletter e receba outras dicas por e-mail!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Destaque

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend