Conecte-se conosco

Destaque

Especial COVID-19: como a gestão de crise pode ajudar o seu restaurante!

Imprevistos podem acontecer a qualquer momento e uma de suas principais características é que eles não mandam aviso prévio. Se você não estiver pronto para lidar com eles e fazer uma boa gestão de crise, provavelmente sua empresa sofrerá consequências severas, como é o caso de grande parte dos negócios que estão enfrentando as consequências do COVID-19.

O surto de coronavírus foi detectado em uma metrópole chinesa, em dezembro de 2019 e, desde então, tem alarmado diversos países pela sua capacidade de propagação. Muitas nações optaram pelo isolamento social como uma alternativa para reduzir a contaminação simultânea da população e facilitar o atendimento daqueles casos sintomáticos que precisam recorrer a estruturas hospitalares.

Com isso, não só as pessoas, mas os estabelecimentos também foram afetados. Muitas empresas fecharam temporariamente suas portas e outras tantas reduziram significativamente suas atividades, tomando o máximo de cuidado com a higiene em todas as etapas do trabalho.

Em suma, o COVID-19 trouxe consigo um cenário de crise que ameaça muitos empreendimentos. Nesse momento, quem não estiver preparado para lidar com a retração econômica pode colocar em risco a saúde financeira da empresa.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo para dividir com você como a gestão de crise pode ajudar o seu restaurante durante o isolamento por conta do coronavírus. Aproveite!

O que é gestão de crise?

Uma crise é um ou uma série de acontecimentos que acabam rompendo completamente com a normalidade de um cenário, seja de forma local ou global, como é o caso dessa pandemia. Para tentar controlar os efeitos causados por ela, principalmente em empreendimentos menores, é necessário estar preparado para realizar uma boa gestão de crise.

Isso significa um conjunto de esforços que visam minimizar os efeitos negativos do cenário para que ele não crie um problema grave para a empresa. A gestão de crise exige adotar mais cautela em todas as decisões, analisar e estudar alternativas que gerem menos impacto no negócio e, finalmente, pensar de forma ainda mais estratégica de acordo com as necessidades do momento.

Quais são os seus objetivos?

Os principais objetivos da gestão de crise giram em torno de minimizar os danos desse período e criar soluções úteis para o mercado. O ponto é, justamente, manter a sua empresa como uma peça indispensável para os consumidores, mesmo quando o cenário é desfavorável.

No caso do coronavírus, a ideia da gestão de crise é justamente adaptar o restaurante para atuar em um ambiente onde se exige o máximo de cuidado com a higiene na preparação e distribuição de alimentos, fornecendo produtos e serviços que atendam às necessidades dos clientes e proporcionem segurança.

Como fazer isso na prática?

Fazer a gestão de crise na prática exige adotar algumas medidas. Você poderá conferir cada uma delas a seguir.

Desenvolva um manual anticrise

Nesses momentos, já que as circunstâncias não são convencionais, é muito importante adotar um protocolo que será seguido por toda a equipe. Assim, todos saberão como agir mediante às novas necessidades. Para isso, é preciso que você leve em consideração alguns aspectos:

  • estude o cenário antes de qualquer decisão, se informe sobre o que está acontecendo;
  • exercite a empatia e pense em como o seu cliente gostaria de receber as suas soluções;
  • forneça informações para o seu público interno e externo sobre como agir nesse período;
  • encontre soluções e não problemas ou empecilhos;
  • ofereça vantagens que sejam realmente atrativas.

Basicamente, você deve estar pronto para oferecer uma alternativa em meio à crise. No caso do coronavírus, uma opção atrativa para que as pessoas continuem se alimentando bem, mesmo durante o isolamento social, é funcionar como delivery.

Utilize a internet a seu favor

Em tempos de crise, todo recurso que oferecer certa vantagem competitiva com um baixo custo é bem-vindo. Sendo assim, a internet é parte disso. Utilizar as redes sociais para promover a sua marca é algo positivo em qualquer momento, mas ainda mais durante uma crise, especialmente em uma pandemia.

Portanto, use suas páginas para se aproximar do seu público nesse momento tão delicado. Aproveite para disseminar informações relevantes, divulgue o seu trabalho, promova condições especiais e melhores os seus resultados com essa ferramenta de gestão de crise.

No caso específico dos restaurantes, a internet pode ser a aliada perfeita para continuar vendendo, mesmo com o isolamento provocado pelo COVID-19. Os pedidos podem ser feitos virtualmente, por aplicativos móveis, facilitando as entregas.

Prepare a sua equipe

A equipe é parte essencial de qualquer empreendimento. Durante uma crise, seu papel é ainda mais importante. Ao contrário do que muitos gestores pensam, reduzir o pessoal nem sempre é a melhor opção. Você pode prepará-los para atuar da forma mais econômica possível, reduzindo desperdícios e redobrando alguns cuidados.

Além disso, é essencial que eles conheçam e dominem o manual anticrise articulado pela empresa. Isso ajudará a alinhar o atendimento, fortalecendo o comprometimento com o público.

Se tratando do vírus, é imprescindível que a equipe saiba como se proteger e proteger os clientes. Para isso, devem ser adotadas medidas de extrema higiene na preparação de alimentos e na distribuição de pedidos.

Quais são as consequências para o restaurante?

Como resposta aos momentos de crise, o restaurante terá que flexibilizar alguns serviços. Durante a pandemia do coronavírus, a solução mais indicada é adotar o delivery de alimentos. Com as medidas de proteção e segurança, os clientes poderão receber seus pedidos em casa, sem maiores riscos.

Além disso, muitas pessoas e marcas têm se mobilizado para ajudar os empreendimentos. A Stella Artois, por exemplo, lançou uma campanha para que as pessoas adquiram um voucher de R$ 100 em seus restaurantes favoritos, que poderá ser usufruído após o período de isolamento.

Para motivar a compra, a marca arcará com metade desse voucher, ou seja, a Stella paga R$ 50 e o cliente só precisa inteirar o valor, que será repassado imediatamente para o estabelecimento.

Com organização, planejamento e cuidado, todas as crises podem ser enfrentadas de maneira otimista. Apesar de deixarem marcas, dependendo da gestão de crise adotada, os impactos podem ser minimizados. Sempre há uma forma de se adaptar a esses cenários e manter a estabilidade, tanto para o negócio quanto para as famílias que dependem dele.

Se este conteúdo foi útil para você aprender a lidar com a gestão de crise, não pare por aqui. Continue aprendendo! Assine nossa newsletter e receba outros posts relevantes para o seu restaurante!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Destaque

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend