Conecte-se conosco

Destaque

[Especial COVID-19] Entenda o que é dark kitchen e como ela pode te ajudar!

Restaurantes e lancherias que ficam famosos sem que ninguém sequer saiba onde estão localizados, estabelecimentos que fazem sucesso online e nos aplicativos de comida, negócios conhecidos como “cozinha fantasma”. Você está preparado para descobrir o que é dark kitchen?

Um negócio de sucesso não exige, necessariamente, um ponto físico. Os e-commerces já descobriram isso há um bom tempo. Hoje, é a vez dos “restaurantes virtuais”. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura e descubra tudo sobre as dark kitchens!

O que é dark kitchen?

Sem lojas físicas ou mesmo uma fachada que identifique o negócio, a dark kitchen é uma cozinha elaborada para funcionar em um modelo delivery, por meio de aplicativos de entrega de comida. É um tipo de empreendimento que exige pouquíssimo investimento e pode apresentar um retorno bastante atrativo em pouco tempo.

Provavelmente, você vai encontrar esses negócios nos aplicativos para pedir comida, mas, se procurar por eles no Google, não achará nenhum endereço. Não se preocupe: essas cozinhas existem, só que estão focadas em entregar o seu produto direto para o consumidor.

Isso permite que o gestor forneça um serviço bem elaborado, um produto de alta qualidade e um atendimento personalizado. Ele ainda tem a opção de atuar exclusivamente dessa maneira ou abrir um restaurante tradicional com o passar do tempo.

Em alguns casos, a dark kitchen pode ser compartilhada, se tornando um recurso importante dentro da economia colaborativa. Isso significa que dois ou mais restaurantes ou lancherias podem utilizar a mesma estrutura para produzir, distribuindo seus produtos sob marcas distintas.

Por que ela pode ser um modelo interessante?

Entender o que é dark kitchen é importante, mas talvez você só compreenda realmente o impacto desse tipo de negócio conhecendo os benefícios que ele proporciona. Vamos lá?

Custo baixo

Esqueça as preocupações com o aluguel altíssimo de uma sala comercial enorme, os custos com equipe de garçons e atendentes, as despesas com higienização de mesas, banheiros, buffet e tudo mais. A sua responsabilidade com a dark kitchen é uma só: a cozinha.

Além de poder direcionar toda a sua atenção para a alma do seu negócio, você conseguirá operar com o mínimo de custos possível, pagando apenas o aluguel do imóvel, os móveis e eletrodomésticos e um cozinheiro. Se o orçamento for meio apertado em função da crise financeira, ainda é possível dividir tudo isso com outro empreendedor.

Facilidade de localização

Imóveis comerciais bem localizados custam uma fortuna. Todos concordam com isso, não é mesmo? Mas com uma dark kitchen, você não precisa estar no melhor lugar da cidade… Simplesmente porque ninguém precisa saber o seu endereço.

Os clientes não vão ao seu restaurante, você vai até eles. Por isso, não é preciso se preocupar com o local onde sua cozinha estará instalada. Isso facilita muito na escolha de um aluguel com um bom custo-benefício, certo?

Flexibilidade do menu

O cardápio de uma dark kitchen é digital, geralmente divulgado nas redes sociais e nos aplicativos de comida. Sabe o que isso significa? Que qualquer alteração no menu pode ser facilmente realizada e, melhor, sem nenhum custo adicional com reimpressão de cardápio.

Isso ajuda muito na hora de monitorar quais são os pratos que têm maiores pedidos e ajustar aqueles que não foram muito bem-aceitos. Dessa forma, você pode montar melhores estratégias de vendas e elaborar menus que realmente agradem ao paladar do seu público.

Diferenciação no mercado

Nem todo serviço de delivery precisa ser fast food. Com um custo operacional menor, é possível investir cada vez mais no treinamento da sua equipe de cozinheiros, o que vai melhorar a qualidade dos produtos. Mas não é só isso.

Você também pode direcionar a dark kitchen para um segmento específico e se especializar em um estilo de cozinha. Dessa forma, o negócio pode se dedicar exclusivamente a uma área, se tornando referência em um tipo de comida (vegetariana, saudável, tailandesa etc.).

Otimização dos serviços

Quando a dark kitchen opera junto com outros restaurantes e lancherias, é possível otimizar diversas etapas do serviço. Além do melhor aproveitamento do espaço físico ao compartilhar uma única cozinha, é possível alugar um prédio e elaborar uma espécie de galeria de cozinhas, cada empreendimento com a sua.

Essa medida ajuda a qualificar, também, o serviço de entrega, já que é possível montar uma equipe de entregadores exclusivos, treinados e alinhados com a estratégia dos negócios. O resultado é mais agilidade nas entregas, um atendimento melhor e, é claro, a satisfação do consumidor final.

Vantagens exclusivas

Os aplicativos de entrega também estão ligados nessa nova tendência e vêm desenvolvendo soluções que beneficiam (e muito) a dark kitchen. Um dos investimentos, por exemplo, permite identificar de onde está vindo a maior demanda de pedidos de uma determinada refeição, então a plataforma entra em contato com um dos restaurantes da região e propõe a instalação da dark kitchen.

Agilidade na produção

A dark kitchen deve ser extremamente funcional, organizada e limpa. Isso facilita o fluxo de pessoas e a preparação dos alimentos. Por não ter que se preocupar com o atendimento aos clientes e higienização de mesas, por exemplo, o trabalho fica mais enxuto e ágil.

Para isso, é preciso priorizar três aspectos básicos:

  • higienização — manter o local limpo, com os utensílios prontos para o uso;
  • estrutura — estantes, armários, equipamentos e utensílios sempre disponíveis;
  • organização — um lugar para cada coisa e cada coisa em seu lugar.

Controlar esses aspectos ajuda a evitar transtornos na correria do dia a dia.

O que é preciso para ter uma dark kitchen?

O modelo de dark kitchen tem crescido muito nos últimos anos. Especialmente durante a pandemia de COVID-19, ele se tornou uma opção segura e barata para continuar funcionando, mesmo com um orçamento reduzido. Além disso, para quem está começando, esse é um modo bastante atrativo de iniciar as atividades.

Por não contar com um ambiente para receber os clientes, organizar a abertura de um negócio assim é extremamente simples, basta:

  • alugar ou montar uma cozinha;
  • contratar um cozinheiro;
  • montar um cardápio de produtos;
  • fechar um contrato com um aplicativo de comida.

Quem quiser aperfeiçoar o serviço tem a opção de montar, como mencionado, uma equipe exclusiva de entregadores. Mas isso só valerá a pena se várias cozinhas da mesma região aderirem ao serviço. As possibilidades são diversas.

A dark kitchen é um exemplo claro dos benefícios que uma boa gestão pode alcançar quando se alia às soluções tecnológicas disponíveis. Essa estratégia pode ser utilizada como um modelo permanente de negócio ou mesmo como uma forma de alavancar os lucros em períodos economicamente complicados.

Agora que você já entendeu o que é dark kitchen, que tal acompanhar outros conteúdos como este? Curta a página da Franco Bachot no Facebook e fique por dentro das novidades!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook

Mais em Destaque

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend