Conecte-se conosco

Decoração

Design de interiores para bares: 6 fatores que devem ser considerados

O mundo contemporâneo está provocando constantes mudanças em nossa maneira de viver. Bons exemplos podem ser encontrados quando se analisa o design de interiores para bares. Afinal, os estabelecimentos estão se renovando a cada ano, buscando atrair mais clientes e apresentar um ambiente mais agradável.

É importante entender que as pessoas frequentam esses locais em momentos de diversão e descontração, para encontrar amigos, conhecer novas pessoas e se distrair. Sendo assim, aspectos como a iluminação, o mobiliário, o estilo e outras características podem ser decisivas para uma boa experiência.

Se quiser saber mais, continue a leitura e confira seis fatores que devem ser considerados ao avaliar o design de interiores para bares!

1. Pense em um conceito

Definir um conceito ou uma temática é um costume que muitos empreendedores utilizam quando vão planejar o design de interiores de seus bares.

Alguns estabelecimentos optam por atrair um tipo de público específico. Para tanto, os empresários investem em um cardápio peculiar e, partindo desse princípio, escolhem elementos para tornar a experiência do consumidor inesquecível.

Outros preferem apostar em locais temáticos, utilizando um gênero musical específico ou uma decoração rústica, por exemplo. Assim, é possível atrelar esses elementos à marca do estabelecimento, fazendo com que as pessoas sempre se lembrem do seu serviço.

2. Use a geometria a seu favor

Utilizar elementos geométricos pode ser uma alternativa para o design de um bar, pois existem alguns detalhes interessantes presentes nas principais e mais modernas decorações ao redor do mundo.

Investir em estampas, estofados, pinturas e quadros é uma forma de incorporar a geometria de uma maneira harmônica e natural, deixando o seu bar mais sofisticado, rústico, industrial ou seguindo qualquer outro estilo, dependendo das escolhas que fizer.

É importante dizer que a utilização de elementos geométricos permite algumas misturas, mas é preciso ter certo cuidado para não deixar o ambiente carregado demais. Caso isso aconteça, pode haver um distanciamento do tema ou conceito escolhido. Então, preste atenção nisso!

3. Escolha as cores certas

Um dos aspectos que interfere bastante na experiência gastronômica são as cores escolhidas para o ambiente. O ideal é trabalhar com aquelas que farão parte da marca, da decoração e do design.

Tons quentes, por exemplo, são utilizados em ambientes mais informais, como fast foods (cores como vermelho e amarelo). Já os frios, por sua vez, são utilizados em ambientes mais intimistas, sendo encontrados em restaurantes sofisticados.

Mesclar ambos os tons pode ser uma ideia interessante, mas é preciso equilibrá-los com outros materiais, deixando o visual adequado à proposta do seu estabelecimento. Utilizá-los em conjunto com uma iluminação previamente definida pode ser interessante para criar um contraste perfeito ao local.

4. Use e abuse de aspectos da natureza

Utilizar a natureza também pode ser uma forma de decorar um ambiente, passando a ideia de sustentabilidade aos clientes — conceito que está em alta nos últimos anos.

Alguns estabelecimentos optam pela criação de paredes vivas, com plantas, jardins verticais e, em alguns casos, uma horta que possa ser utilizada pela cozinha, alinhando o conceito de sustentabilidade com a alimentação orgânica.

Encontrar um ambiente verde no meio da “selva de concreto”, que tornaram-se as principais cidades do mundo, é uma experiência completamente diferente. Afinal, as plantas serão capazes de trazer mais aconchego e conforto para qualquer ambiente, passando para os consumidores a sensação de um refúgio no meio do centro urbano.

5. Tenha uma iluminação adequada

Outro item fundamental no design do bar é a iluminação. Ambientes que utilizam os aspectos da natureza, destacados no tópico anterior, podem investir em uma luz natural.

Obviamente, criar um local que seja inteiramente ao ar livre pode não parecer uma boa ideia, mas a utilização de um teto transparente ajuda a transformar um ambiente comum em um espaço único. Pense nisso.

Os demais estabelecimentos também devem se atentar para a iluminação, uma vez que a escolha da luz pode interferir, inclusive, na degustação dos pratos. Então, pesquise bem qual é a melhor alternativa para o seu bar ou restaurante.

6. Tenha um mobiliário adequado

O mobiliário talvez seja um dos aspectos mais importantes quando levamos em consideração o design de interiores para bares. É preciso prestar bastante atenção às peças escolhidas, pois elas podem mudar completamente a ideia que você deseja transmitir para os seus clientes.

Caso o espaço seja muito pequeno, o ideal é ter um local mais clean, escolhendo móveis mais simples e que não tenham muitos adereços.

A estética dos móveis também merece uma atenção especial. Para tanto, é necessário conhecer o seu público-alvo, seu comportamento e seus gostos, além daquilo que eles costumam valorizar. Lembre-se: a estética interfere na experiência do consumidor, e deve ser aplicada levando-se em consideração a funcionalidade.

Quando pensamos em design de interiores, estamos falando da capacidade de utilizar elementos para trazer beleza ao local, de acordo com os objetivos e preferências escolhidas pelo empresário.

É fundamental compreender que os itens decorativos fazem parte de uma estratégia de comunicação visual. Ou seja, devem estar em consonância com os móveis, copos, talheres, cardápios entre outros elementos.

A melhor maneira de acertar na escolha é contar com empresas especializadas no assunto. Existem algumas com know-how em equipar restaurantes, bares, hotéis, condomínios corporativos e tantos outros empreendimentos, respeitando as características de cada um deles.

Uma excelente opção é a Franco Bachot, empresa especialista em móveis para ambientes comerciais. Desde 1982 no mercado, ela está presente em diversos estabelecimentos em todo o Brasil, sendo facilmente encontrada em bares, restaurantes, hotéis, shopping centers, condomínios corporativos, entre outros estabelecimentos.

Ao longo deste artigo, você conheceu os principais fatores que devem ser considerados no design de interiores para bares. Além disso, viu também que saber escolher e posicionar os móveis e objetos não é uma tarefa simples, apesar de ser fundamental para o sucesso do seu estabelecimento.

Contar com a experiência e o conhecimento de uma grande empresa pode ser o diferencial que falta para o seu negócio. Então, não perca essa oportunidade e entre em contato com a Franco Bachot!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda
Propaganda
Propaganda

Facebook

Mais em Decoração

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend