Conecte-se conosco

Marketing

Veja como a tecnologia pode facilitar a rotina de um restaurante

Os avanços tecnológicos dos últimos tempos facilitaram muitos aspectos das nossas vidas cotidianas, desde a forma como nos comunicamos e relacionamos até o modo como pedimos comida e nos deslocamos pela cidade.

Mas, você já pensou que as inovações tecnológicas também podem ser poderosas ferramentas na rotina de um restaurante e no atendimento aos clientes?

Pois é! Continue lendo este post e veja como uso da tecnologia em restaurantes pode aumentar a satisfação dos clientes e as vendas.

1. Pedidos Online

O aumento exponencial do uso dos aplicativos de pedidos de comida online e da concorrência por espaço nesses marketplaces causou a impressão de que uma abrupta queda da fidelização dos clientes viria como consequência.

Entretanto, dados recentes apontam que os consumidores que fazem pedidos online também são mais fiéis à marca. De acordo com estudo feito pela NRA — National Restaurant Association, consumidores que fazem pedidos de forma online visitam o estabelecimento 67% mais frequentemente do que aqueles que não o fazem.

Ainda assim, iniciar uma estratégia de delivery online também tem seus riscos, e é preciso ficar atento a eles. Se o aumento da demanda não for planejado com cautela, o impacto na dinâmica do negócio pode ser desastroso.

Além disso, os fluxos de pedidos que não são gerenciados corretamente podem criar uma experiência desagradável para os clientes e realmente prejudicar as vendas.

Assim, a integração dos dois meios de atendimento — online e na loja — é a chave para oferecer uma experiência contínua, que não afete a produtividade dos funcionários e não deixe os clientes esperando mais do que deveriam pela comida.

Mas não se preocupe! Planejando bem a implantação do processo de atendimento dos pedidos online e investindo no treinamento dos funcionários, você só terá lucros e clientes satisfeitos com a nova possibilidade.

2. Aplicativos e sites mobile

Aproximadamente, 25% dos brasileiros com acesso à internet se conectam apenas por meio de dispositivos mobile. E mais da metade das pessoas que usam smartphone utilizam o aparelho para pesquisar informações sobre bares e restaurantes.

Isso significa que pouco adianta apenas investir em um site lindo para o seu estabelecimento. Se ele não for facilmente navegável, grande parte dos usuários não conseguirá acessá-lo. Então, para não ficar para trás, não perca tempo: invista na acessibilidade mobile.

Quanto a isso, aliás, um grande debate no mundo do desenvolvimento mobile é o duelo entre aplicativos e sites responsivos. Afinal, qual dos dois é a melhor opção para os pequenos e médios negócios?

Sites responsivos

Grosso modo, sites responsivos são páginas que, além do navegador do computador, também podem ser acessadas da melhor forma possível pelos navegadores mobile, pois são capazes de se adaptar a todos eles.

Eles modificam suas dimensões para atender a diferentes tamanhos de telas, ou seja, quando são abertos em um smartphone conseguem oferecer uma boa experiência de navegação para os usuários.

Contudo, vale ressaltar que para que um site seja considerado responsivo, não basta o simples fato de ser possível acessá-lo pelo celular.

Todo site pode ser acessado pela internet, via mobile ou não. Agora, se ele não for responsivo, a disposição dos elementos das suas páginas pode ficar confusa, prejudicando a experiência dos usuários.

Aplicativos

Já os aplicativos (ou apps) são softwares que precisam ser instalados no smartphone ou tablet por meio do marketplace de conteúdo do sistema operacional, como a AppStore ou a PlayStore, por exemplo.

Justamente por ficar nativo na memória do dispositivo, o app consegue atingir um desempenho melhor e funciona com mais agilidade do que um site. E ainda é capaz de acessar informações dos usuários e do dispositivo, além de recursos como GPS, acesso offline e notificações para melhorar a experiência dos usuários.

Prós e contras

Cada opção tem seus prós e contras, e você pode ter um dos dois ou ambos em seu restaurante. Os aplicativos permitem que você tenha mais acesso às informações dos usuários e oferecem recursos como a geolocalização precisa do usuário, por exemplo.

No entanto, a dependência da instalação de um aplicativo para interagir com o seu produto pode gerar barreiras aos clientes — seja a obrigação de visitar a AppStore para instalar o app ou a necessidade de ter espaço o suficiente na memória para realizar a instalação.

Não é à toa que, mesmo com uma experiência de navegação infinitamente pior, os usuários ainda utilizem com mais frequência a opção dos sites responsivos em relação aos aplicativos. Entretanto, eles oferecem menos recursos e informações para você.

Logo, é preciso avaliar seus clientes e entender qual é a melhor solução de tecnologia em restaurantes — para eles e para você. E, seja como for, o que não se pode é perder oportunidades por não investir em mobile. Inspire-se, por exemplo, na rede de fast food Taco Bell.

Recentemente, ela divulgou que o preço médio dos pedidos é 20% mais alto quando são realizados pelo aplicativo, em comparação com as lojas. Aparentemente, ao terem de lidar com seus próprios celulares e ritmos de decisão, os consumidores ficam mais seguros e se tornam mais propensos a incrementar os seus pedidos.

Contudo, não pense que apenas criar um aplicativo é a resposta automática para um maior envolvimento do cliente.

Para atrair consumidores, é preciso oferecer-lhes um valor. E, quanto a isso, promoções exclusivas para pedidos feitos via mobile são uma excelente opção, assim como a possibilidade de gerir um programa de pontos de fidelidade.

3. Menu digital

Eles podem estar presentes por meio dos aplicativos, dos sites mobile ou até mesmo em um tablet na mesa do restaurante — não importa. O fato é que os menus digitais otimizam o atendimento dos restaurantes, aumentando a rotatividade das mesas e os lucros.

Para os consumidores, além da praticidade de fazer o pedido na mesa — sem precisar esperar por um garçom disponível —, o aplicativo ainda pode mostrar as principais promoções do restaurante e o cardápio do dia.

Assim, com os pedidos sendo feitos de forma autônoma pelos clientes, sua equipe poderá se concentrar mais nas tarefas das cozinhas e na dedicação exigida na hora de servir a mesa. Otimizando, assim, todo o atendimento.

Enfim, esses são alguns exemplos de como o uso da tecnologia em restaurantes pode ajudar a aumentar a satisfação dos clientes com o serviço oferecido e facilitar a rotina de todos. Além de fazer com que o estabelecimento ganhe uma cara mais moderna e atrativa — mas sem perder a personalidade, é claro.

Gostou do texto? Então aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais e mostre aos seus contatos que você é um profissional dedicado e sempre em busca as soluções mais inovadoras para o atendimento de seus clientes!

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Marketing

Copyright © 2017 Servir com Requinte • Franco Bachot Móveis . Desenvolvido por Agência YoOu.

Send this to a friend